Inspirar além da leitura

A Leiturinha acredita no poder e importância da leitura na vida dos pequenos e pequenas. No entanto, sabemos que, infelizmente, não são todas as crianças que têm acesso aos livros e, principalmente, incentivo ao hábito de ler. Pensando nisso e com o objetivo de mudar esta realidade, surgiu o Amigos da Leiturinha, projeto social que tem como intuito realizar a captação, seleção e doação de livros infantis às instituições que atendem crianças. Para que isso aconteça, a Leiturinha conta com uma equipe voluntária, formada pelos próprios colaboradores da empresa, que se dedica em selecionar, embalar e levar aos pequenos e pequenas muito carinho em forma de livro! <3

Amigos da Leiturinha

Os livros doados são, em sua maioria, disponibilizados pelas próprias editoras parceiras da Leiturinha. Estes títulos são separados e selecionados, cuidadosamente, pela Equipe de Curadoria do Clube. Depois disso, os voluntários do Projeto embalam, com todo carinho, e levam os livros até a instituição que receberá a doação.

O planejamento é que sejam realizadas quatro ações por ano, a princípio, em Poços de Caldas/MG, cidade sede da empresa. De acordo com Carolina Borges, coordenadora do Amigos da Leiturinha, “a demanda ainda é maior do que podemos atender, pois recebemos solicitações de todo o Brasil.”. São hospitais, ONGs, instituições, creches e escolas por todo o país, que dependem de doações para levar a leitura aos seus pequenos e, em breve, o Amigos da Leiturinha pretende chegar até eles. “Para o próximo ano, a ideia é abranger outros estados e, logo, o Brasil todo. Se não for possível ir até os locais, faremos nossos livros chegar até lá para que possamos alcançar cada vez mais cidades.” afirma Carolina. Outra intenção do Projeto é poder retornar a essas instituições para realizar contação de histórias com os pequenos e, assim, proporcionar momentos completos de leitura, cuidado e carinho!

Kits-2

Novos pequenos leitores!

Em 18 de julho, o Amigos da Leiturinha realizou uma ação no Lar Filhos da Benção, abrigo institucional em Poços de Caldas. O Lar, da maneira como funciona hoje, existe desde 2006 e abriga, atualmente, 18 crianças e adolescentes. Apesar da sua capacidade ideal ser para 15 acolhidos, sua política é de não separar irmãos. Isso fez com que a instituição excedesse este número. Para Bárbara Claudiano, Assistente Social do abrigo, a leitura tem papel importantíssimo na formação dos pequenos, “a leitura exercitada possibilita grande função social e é parte fundamental do estímulo da consciência crítica, que tem como resultado a formação intelectual de uma comunidade formadora de opiniões e participativa no processo de evolução social”, afirma.

Plaquinha

Cada criança do Lar Filhos da Benção ganhou um kit com um livro indicado para sua idade e surpresinhas da Leiturinha. Outros 288 títulos formaram uma biblioteca na casa, que atenderá todos os pequenos e pequenas que passarem por lá. Para Carolina Borges, a expectativa foi suprida e a sensação é de missão cumprida, “eles mesmos participaram do momento de preencher as estantes da nova biblioteca e sentiram curiosidade de folhear os livros, conforme abriam os kits e caixas. Todos estavam muito interessados.”, afirma. Segundo a Assistente Social Bárbara, “a biblioteca já se tornou o atrativo da casa!”.

Esta ação trouxe ainda mais ânimo e entusiasmo para os Amigos da Leiturinha, que já estão planejando e se organizando para levar a paixão por livros a cada vez mais pequenos e pequenas, inspirando além da leitura, sempre!

Equipe-Leiturinha-feat-Lar

Nesta foto, voluntários que fazem parte do Projeto Amigos da Leiturinha junto com os colaboradores do Lar Filhos da Benção: o Psicólogo Giuliano D’Onofrio (a esquerda) e a Assistente Social Bárbara Claudiano (a direita).

Leia mais:

Profile photo of Ana Clara

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, das histórias às poesias. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.