Abraços e carinhos e beijinhos sem ter fim…

Quem não gosta de um abraço? Se tratando dos pequenos, carinho e afeto pelo toque é muito importante. Crianças sentem-se protegidas e acalentadas quando em contato com seus pais/cuidadores. Isso desperta um sentimento de amparo que pode ajudar os pequenos a explorar o mundo a sua volta com mais segurança e tranquilidade.

livro_teo

Téo quer um abraço

Autora e Ilustradora: Silvana de Menezes
Editora: Cortez Editora

Será que é possível um porco espinho ser abraçado? Esta história mostra que existem diferentes tipos de demonstrações de carinho e afeto para as diversas situações e, quando existe amor… tudo é possível.

Por que a Curadoria da Leiturinha recomenda este livro?

O contato corpo a corpo, de envolver o bebê nos braços, especialmente com a figura materna, provoca sensações de amparo e segurança para o pequeno, ampliando sua consciência corporal e até mesmo curando possíveis desconfortos, como cólicas. Conforme a criança vai crescendo e já não cabe mais no colo, os abraços continuam a propiciar aquele momento em que a criança sente o cheiro da mãe (ou do cuidador mais próximo) e ouve sua voz bem de pertinho, o que lhe traz lembranças de quando era bebê e a sensação de que, por mais que se cresça, há sempre um porto seguro a nos apoiar. Os benefícios do afeto através do carinho, do abraço e dos beijinhos são inúmeros e sem restrição de idade! Aproveitem o momento da leitura para colocar todo esse amor em prática!

Leia mais:

Profile photo of Equipe de Curadoria da Leiturinha

Esta matéria foi produzida pela Equipe de Curadoria da Leiturinha, composta por psicólogas, pedagogas, educadoras e mamães. Elas são especialistas em literatura e desenvolvimento infantil e são responsáveis pela seleção dos livros enviados mensalmente pelo clube.