“Manhê, de quem você gosta mais?”, “Pai, quem é melhor ele ou eu?” ou “Por que vocês ligam mais para ele do que pra mim?”… Essas são algumas das perguntas que pais e mães podem enfrentar quando têm mais de um filho. O ciúme entre irmãos é normal e, geralmente, tem uma piora na fase dos 3 até 6 anos.

Algumas vezes, esse ciúme pode fazer com que a criança apresente alguns comportamentos negativos, como tentar chamar a atenção a todo custo, com muita manha e choros ou comportamentos regressivos, como pedir chupeta ou para mamar, ficar só no colo dos pais ou fazer xixi na cama.

E, apesar de ser parte do desenvolvimento do pequeno, tendo uma importante função em sua formação sócio-emocional, o ideal é que pais e cuidadores compreendam que determinadas ações da criança estão acontecendo devido à fase, ajudando-a a compreender e superar esse sentimento.

Como ajudar?

1. Deixe o filho mais velho participar

A presença dos pais é essencial nesta relação desde o início. Inclua o filho mais velho desde sempre, mesmo que ele seja pequeno, peça sua opinião para escolher a decoração do quarto, o enxoval, estimule que ele converse com o bebê ainda na barriga da mãe. Isso dará a sensação de ele faz parte da vida de seu irmão mais novo.

2. Relação entre os irmãos

Com o nascimento do filho mais novo, deixe o mais velho presente na vida do pequeno. Se ele já tiver força nos braços, coloque o bebê no colo dele, estimule que ele faça carinhos suaves no bebê, mostre como ele pode cuidar também do bebê.

3. Um tempo para cada filho

Bebês acabam consumindo mais do tempo dos pais, mas não deixe de fazer algumas atividades somente na companhia do filho mais velho. Combinem algo que mãe e filho ou pai e filho possam fazer juntos.

4. Elogie seus pontos positivos

Ressalte para os dois como ambos são importantes, elogie os filhos com as qualidades de cada um, mostre o que você mais gosta neles e como quando eles estão juntos são ainda melhores.

5. Sem comparações

Não faça comparações entre irmãos. Seja em notas na escola, com comportamentos ou tipo físico.

6. Deixe que eles se expressem

Quando perceber uma situação de ciúmes entre eles, não deixe aquilo como algo a ser velado. É importante que eles possam sentir que têm abertura para falar sobre o que sentem. Ao expressar o que eles estão passando, eles terão mais facilidade para lidar com a situação.

Leia mais:

Profile photo of Ariane Donegati

Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.