Você já ouviu falar em superalimentos? Muito mais do que nutritivos, os superalimentos previnem doenças, retiram toxinas do organismo e garantem todo o bem-estar. Além disso, eles também podem ajudar no ganho de massa muscular, deixam sua pele uma beleza, controlam a pressão sanguínea, os níveis de colesterol e diabetes e, ainda dão todas as vitaminas que você precisa! Não é pouca coisa não, viu? Mas, afinal, quais são esses alimentos tão superpoderosos?

O que são superalimentos e onde encontrá-los

Os superalimentos são considerados “super”, principalmente, por causa da sua riqueza nutritiva, com grande concentração de proteínas, vitaminas, fibras, antioxidantes e outros nutrientes fundamentais para uma boa saúde. E o melhor: a maioria deles está disponível em grande escala! Reunimos aqui alguns exemplos desses alimentos superpoderosos para você ver como é muito mais fácil encontrá-los do que você imagina. Aliás, você deve tê-los aí na sua dispensa e nem se deu conta!

– Quinoa: pode ser considerada uma proteína em grão, capaz de controlar e  diminuir fortemente os índices do colesterol ruim — além da manutenção dos triglicérides, prevenindo complicações cardiovasculares. A quinoa é o mais nutritivo dos vegetais e uma super fonte de minerais.

– Lentilha: a lentilha é conhecida por seu alto teor de fibras alimentares, ferro, vitaminas e proteína vegetal. Ela é indicada no ganho de massa muscular e ainda auxilia na cicatrização de ferimentos!

– Chia: suas sementes são uma super fonte de antioxidantes, ômega-3, ácidos graxos, fibras alimentares, proteínas, vitaminas e minerais incontáveis. Além disso, chia é livre de glúten e de fácil consumo!

– Nozes: as nozes são ricas em ômega 6 e ajudam a manter bons níveis do HDL (o bom colesterol) no sangue. Ainda colaboram na melhora do sono, previnem diversos tipos de câncer e doenças cardíacas, além de conter proteínas, vitaminas e minerais.

– Açaí: ajuda no combate aos índices do LDL (o colesterol maléfico) na corrente sanguínea. Prefira consumi-lo puro, sem a adição de açúcar ou outro acompanhamento.

– Kiwi: com efeito anti-inflamatório, antioxidante, laxativo e anticancerígeno, essa fruta é uma ótima fonte da vitamina C, E, B6, de potássio, magnésio, cobre, fosfato e fibras alimentares, auxiliando no bom funcionamento do sistema imunológico e colaborando para a saúde do coração.

– Melancia: é uma das principais fontes naturais de licopeno, um carotenoide antioxidante que combate diversas doenças, como o câncer. A melancia tem poucas calorias, sacia com facilidade e ainda oferece grande quantidade das vitaminas A e C.

Mirtilo: conhecido por seu combate ao envelhecimento, devido aos seus antioxidantes poderosos, o mirtilo colabora com a manutenção de um organismo saudável e protegido — especialmente o coração, contendo vitaminas C e E.

Abacate: rico em gordura monoinsaturada, benéfica para o organismo, o abacate é um forte aliado na perda de peso e na redução dos triglicérides. Além de ser fonte de ácido fólico e vitaminas B6, E e K.

– Batata-doce: carboidrato de baixo índice glicêmico, a batata-doce é rica em antioxidantes, vitaminas e manganês, oferecendo ainda muito betacaroteno, que cuida da saúde da pele e da visão.

Acelga: fonte das vitaminas A, B e C, a acelga ajuda no bom funcionamento cerebral. Quando combinada com outros superalimentos, forma um combo de benefícios em uma mesma refeição.

– Espinafre: suas folhas são ricas em vitaminas A, C e K. Na sua composição também está presente a luteína, carotenoide muito importante na saúde dos olhos. Além disso, é um super anti-inflamatório, auxiliando na digestão dos alimentos.

Brócolis: com uma gigante concentração de proteína, o brócolis auxilia na regulagem correta da insulina e do açúcar no sangue. É rico em vitaminas A, C, cálcio, ferro e potássio.

– Tomate: falou em licopeno, falou em tomate. Um verdadeiro combate aos radicais livres, postergando o envelhecimento e protegendo contra vários tipos de câncer. Além disso, é rico em sais minerais, como o cálcio e o ácido fólico.

– Chá-verde: seu consumo acelera o metabolismo e queima gordura, além de ser super eficiente no combate ao câncer, ao diabetes e aos derrames.

Cogumelos: atuam, principalmente, no bom funcionamento do intestino. Também são ricos em fibras alimentares e vitaminas do complexo B.

– Salmão: rico em ômega 3, é capaz de prevenir doenças degenerativas, como o Alzheimer, manter a boa saúde do coração e combater até mesmo a depressão. Também possui grande concentração de vitamina D.

Azeite de oliva: ajuda a prevenir a osteoporose e o acúmulo excessivo de gordura, além de doenças do trato vascular e diabetes.

– Ovos: fonte mais básica de proteína, sua alta concentração de colina é ótima na manutenção das membranas celulares e na prevenção da boa visão. Seu consumo ainda colabora na manutenção da força muscular por meio de cálcio, ferro, zinco e de vitaminas.

Apresentando os superalimentos aos pequenos

Convencer os pequenos a comer alimentos saudáveis nem sempre é uma tarefa fácil, mas com um pouco de criatividade e ludicidade, é possível mostrar a eles a importância de ingerir alimentos como esses em seu dia a dia, afinal são superalimentos! E qual criança não adora um super-herói? Em nosso Blog já trouxemos algumas receitas fáceis e saudáveis para fazer com os pequenos, e hoje, a dica é um vídeo muito divertido que mostra a importância do superalimento brócolis! Esse vídeo, disponível no PlayKids App, vai fazer com que seu pequeno nunca mais veja o brócolis da mesma maneira! Confira:

Leia mais: 

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.