Pepeta, tetê, bico… A chupeta faz parte da infância de muitas crianças, sendo um objeto de transição que traz calma e segurança para os pequenos em seus primeiros anos de vida. No entanto, conforme a criança cresce, a chupeta passa a comprometer o desenvolvimento da fala dos pequenos, assim como da sua dentição. Por isso, assim como as fraldas e a mamadeira, chega um momento que é chegada a hora de dar adeus à chupeta! Essa fase de abandono pode ser complicada, tanto para as crianças, quanto para a família. Para ajudar mamães e papais neste momento, reunimos aqui algumas dicas de como auxiliar os pequenos a deixar a chupeta. Confira:

1. Comece aos poucos

Para que a este momento de transição aconteça mais suavemente na vida de seu pequeno, uma ótima dica é tirar a chupeta ao poucos de sua rotina. Primeiro, vocês podem combinar que a criança só usará a chupeta para a dormir e, assim que o pequeno pegar no sono, você pode tirá-la de sua boca. Isso, além de habituar a criança a usar menos a chupeta, diminui também seus impactos no seu desenvolvimento.

2. Diga adeus ao prendedor

Se seu filho costuma utilizar o prendedor de chupeta preso à roupa, diga adeus a ele! Assim, a chupeta não ficará à mão da criança o tempo todo, o que diminui o seu uso.

3. Faça uma troca

Vocês podem substituir a chupeta por algum outro objeto que a criança também goste e que possa ser colocado na boca. Ou, ainda, combinar uma recompensa por deixar a chupeta. Porém, se for premiar a criança por isso, prefira brincadeiras, passeios, adesivos ou presentinhos simples. Evite dar doces a ela no lugar da chupeta.

4. Combinem um dia

Se a criança já é maiorzinha, uma ideia é vocês combinarem o dia em que ela vai deixar a chupeta. Marquem no calendário e façam uma contagem regressiva para o dia de dizer adeus à tetê!

Quadro de incentivo: 5 dicas de como utilizá-lo da maneira correta

5. Só vale falar de boca vazia!

Outro combinado que pode ser feito é dizer à criança que ela precisa tirar a chupeta sempre que for falar. Diga ao seu pequeno que é impossível entendê-lo com a chupeta na boca, ao invés de se esforçar para entender o que ele está dizendo.

6. Reforce a ideia de que crianças mais velhas não usam chupeta

Os pequenos adoram se sentir mais crescidos, por isso, um bom argumento é dizer que ele já é grande o bastante e não precisa mais usar a chupeta.

7. Identifique e aproveite os momentos certos!

Pode acontecer de, naturalmente, seu filho rejeitar a chupeta por algum motivo. Seja um resfriado, porque a chupeta já está velhinha ou por desinteresse. Aproveite este momento para tirar as chupetas de vista. Se ele a pedir, espere um pouco e não dê imediatamente. Assim, pode ser que ele largue o hábito espontaneamente.

Dica Leiturinha:

A literatura também pode ser de grande auxílio, amenizando as mudanças desse momento e podendo até se tornar um aprendizado divertido! Afinal, a “pepeta”, “tetê” ou “bico” vão embora, mas colo e aconchego nunca faltarão! Ainda mais com um bom livro por perto! Pensando nisso, a Equipe de Curadoria da Leiturinha preparou uma coleção de livros super especial: a Coleção Tchau, Chupeta!

Coleção-Tchau-Chupeta

Para saber mais ou adquirir, acesse a Loja Leiturinha!

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.