O processo de alfabetização é uma fase complexa e muito importante no desenvolvimento infantil, envolvendo vários outros momentos vividos e experiências adquiridas pelo bebê desde o nascimento. O aprendizado da alfabetização se baseia muito na oralidade, ou seja, em como falamos os sons. A utilização dos fonemas e sons será associado aos elementos visuais.

A aquisição de todos os fonemas da fala deve acontecer até os 4 anos e meio de idade. A partir dessa idade é muito importante que a criança esteja falando tudo bem certinho, caso contrário, ela pode criar o hábito cada vez mais forte de falar errado e pode ouvir errado aquilo que é falado e reproduzir na fase da alfabetização. Daí podem surgir prejuízos porque o pequeno que fala errado porque escuta errado, vai se apoiar na oralidade sem perceber que está fazendo errado.

Por que alguns pequenos falam errado e como isso impacta no processo de alfabetização?

Quando a criança fala errado, existem duas possibilidades para que isso aconteça, ou não consegue falar certinho porque não consegue articular e produzir o som da maneira correta ou é porque ela não escuta determinado som corretamente e acaba reproduzindo da forma como escuta. Em alguns casos acontecem as duas coisas e as chances de ter prejuízos na alfabetização são ainda mais altas. As trocas mais comuns em casos que envolvem a percepção auditiva são p/b, t/d, f/v, x/j, etc.

Isso acontece porque esses sons têm o mesmo ponto articulatório e se diferenciam somente pela sonoridade (vibração na prega vocal) e algumas crianças não conseguem perceber essa diferença, por isso geralmente são as letrinhas mais trocadas na escrita. Por exemplo, se a criança fala “faca” ao invés de “vaca” porque ela troca a letrinha f por v, ela provavelmente vai escrever errado, da mesma forma como fala.

Alguns fatores como respirar muito pela boca, bebês com muita alergia, rinite e sinusite podem causar esses prejuízos na audição que podem virar, lá na frente, falhas na alfabetização. Dessa forma é importante procurar um fonoaudiólogo especializado para identificar na avaliação de onde vem essa troca na fala e alfabetização e assim direcionar melhor a intervenção e conseguir um tratamento eficaz.

Leia também:

Profile photo of Flávia Puccini

Fonoaudióloga, mestre em processos e distúrbios da comunicação e especialista em motricidade orofacial. É consultora de amamentação e laserterapeuta. Carinhosamente, contribui com seu conhecimento no Blog, à convite da Leiturinha.