Outdoors, sinalização de trânsito e outros meios visuais são fundamentais para a alfabetização e compreensão do mundo

Aprender é divertido, ainda mais quando o mundo é desvendado fora de casa. Engana-se quem acha que o aprendizado infantil acontece somente em casa ou na escola, pois é com experiências fora da sua rotina que a criança conhece e aprende coisas nunca vistas ou sequer imaginadas.

Mas como assim fora de casa?

Crianças estão sempre curiosas para aprender o significado de algo e, consequentemente, aumentam seu vocabulário. Esse tipo de ocasião não deve ser ignorado em um passeio no parque, shopping ou até mesmo na ida de carro para escola. Basicamente, outdoors, sinalizações e outras placas são grandes aliados para a fase de pré-alfabetização e alfabetização, pois as crianças estão repletas de dúvidas e interesse em compreender o mundo à sua volta.

Conhecendo as placas

Placas estão por todo lado, o tempo inteiro. Desde a esquina de casa ao banheiro da escola; do pátio do colégio à esquina de casa novamente. A compreensão e reflexão de outdoors, sinalizações e outros meios de comunicação do tipo são fundamentais para viver melhor em sociedade – e esse ensinamento não é somente para crianças. A comunicação visual nesse sentido ajuda tanto a criança a se relacionar com o mundo, como também como ensinar uma criança a ler.

Ensinando uma criança a reconhecer símbolos

A ajuda de um adulto para compreender as inúmeras placas e símbolos é essencial, não necessariamente como uma tarefa ou dever de casa, mas como atividades de alfabetização cotidiana. Como cada uma tem um significado diferente, isso pode confundir a cabeça do pequeno.

Procure mostrar e ensinar os significados das sinalizações durante um percurso, seja de carro, ônibus ou até mesmo a pé. Placas de comércios e outdoors são outros meios visuais que podem ser considerados como uma atividade de alfabetização das crianças, por isso, propor uma leitura – calma e sem pressão – para seu filho é uma ótima opção.

Com isso, é possível identificar as dificuldades e facilidades de compreensão da criança e desenvolver uma didática de ensinamento, além de parabenizá-la quando houver acertos e avanços, afinal, o apoio moral é sempre importante.