A leitura é uma das práticas mais importantes da vida, tanto para o estudo quanto para o trabalho, além de ser um prazer para milhares de pessoas. Em um mundo onde a tecnologia está bastante evidente e os meios de comunicação prendem a atenção das novas gerações, os pais, normalmente, preocupam-se em aproximar as crianças de histórias infantis educativas.

Ensinar as crianças pequenas a lerem com frequência pode fazer toda a diferença em seu desenvolvimento. Além de despertar um maior interesse pelos estudos, os contos infantis são capazes de desenvolver a imaginação, proporcionando mais prazer à prática.

Desde os primeiros meses de vida, é possível incentivar à leitura. Atualmente, muitas editoras publicam livros para bebês, ideais para que os pais comecem desde cedo a proporcionar essa prática para seus filhos. Desenvolver o hábito e prazer pela leitura é um processo constante e deve acontecer em casa, com os pais, continuar nas escolas e seguir pela vida afora.

O primeiro passo é determinado pelo encantamento. Ouvir as histórias infantis e ter contato direto com os livros será muito favorável ao desenvolvimento do prazer e hábito de ler literatura infantil. Dessa forma, pode-se dizer que a capacidade de ler está diretamente ligada ao envolvimento e motivação dos adultos.

Outro fator que contribui bastante para a leitura frequente é a influência de professores e educadores nas escolas. É muito importante que esses profissionais leiam histórias para crianças, pois estudiosos afirmam que, em um primeiro momento, as maravilhas dos textos encontram-se na fala dos professores. Ao oferecer pequenas doses diárias de leitura agradável, com total naturalidade e sem obrigatoriedade, as crianças desenvolverão um hábito que poderá acompanhá-las a vida inteira. Os professores precisam também deixar ao alcance de seus alunos uma variedade de títulos literários, como poesias, contos e fábulas.

Histórias infantis ilustradas também são ótimas opções despertar o interesse pela leitura e pelos estudos em crianças mais novas – pois será dessa forma que sua imaginação, interpretação e compreensão serão desenvolvidos e estimulados pouco a pouco.

Os professores que acreditam que o livro, além de instruir, informar e ensinar, poderá também dar prazer, encontrarão formas eficientes de mostrar isso às crianças. E, dessa forma, a criança irá se interessar por ele, e irá buscar nos livros este prazer e alegria.

Essa leitura está relacionada à chance de conhecer a grande e pura magia que um livro pode proporcionar. A literatura é um enorme campo de estudos e exige do professor um bom conhecimento para saber gerar momentos de prazer e estimulação para as crianças – gerando, assim, uma maneira mais eficiente, prática e rápida de desenvolver também o interesse pelos estudos acadêmicos.

Quando o aluno sente prazer na leitura, ele irá se apropriar de informações que contribuirão para a construção dos seus conhecimentos. A literatura infantil e a criança compartilham de uma mesma natureza: ambas são lúdicas, questionadoras e mágicas. Essas afinidades farão com que a literatura seja o mais poderoso aliado do professor e dos pequenos, em busca da compreensão do ser humano e do mundo.

A literatura infantil prepara a criança para ser um grande apreciador das letras, torna sua linguagem mais cuidada e a leitura, mais fácil, formando assim uma pessoa culta. Dessa forma, é essencial o papel atribuído à fantasia em todo o processo de imaginação e atividade criadora. 

Além disso, os passeios literários também poderão fazer toda a diferença. Levar as crianças a bibliotecas, museus, exposições, gabinetes de leitura, peças de teatros baseadas em contos para crianças e locais onde elas possam ter acesso à leitura e a escrita, são ótimas formas de estimular as crianças.