Lobo mau parece ter aprontado todas ao longo da sua carreira para ter ganhado tamanha antipatia. A proposta da vez é ensinar às crianças uma lição brilhante sobre preconceitos e estereótipos.

Clássicos da literatura

O tempo passa, as formas de ler e o gosto literário das crianças e dos adultos se renovam. Pensando nisso, preparamos uma seleção especial que transita entre clássicos da literatura e suas releituras. Esta seleção gira em torno da desconstrução dos estigmas que criamos sobre o mundo, as pessoas, os animais e as coisas, por meio de uma linguagem atual e acessível ao olhar infantil. Você vai conhecer dois títulos que trazem um personagem muito visitado por leitores assíduos: o lobo mau.

De onde surgiu o lobo mau

Este é um personagem criado há muitos e muitos anos. Ele aparece em histórias como as Fábulas de Esopo. Sua personalidade é bem definida: mal intencionado, safo, melindroso e cruel. Mas, de onde vem essa fama tão ruim? Dizem que o lobo mau nasceu na Europa, um lugar onde lobos eram vistos como seres muito temidos.

Atravessando gerações, ele sempre esteve nas histórias infantis. Seja assoprando e destruindo a casa de três porquinhos indefesos, fazendo mingau de criancinhas ou devorando a vovó

Se o lobo é tão temido, por que devo contar sua história para meu filho?

Os livros e as histórias são instrumentos fundamentais para o desenvolvimento saudável na infância. Os contos estimulam aspectos afetivos e cognitivos além de estimular fatores como a autonomia e a autoestima. Logo nos primeiros anos de vida, as histórias assumem papel importante, se tornando uma forma de expressão não verbal. Através delas, são transferidos para o mundo imaginário aspectos do concreto, como o medo, os perigos e também a superação e a coragem. É aí que esse personagem entra… afinal, não importa qual a sua origem – o medo é sempre medo. Pode ser de ficar sozinho, do escuro ou até mesmo do… lobo.  

As histórias são um ótimo recurso para a abordagem dos medos e temores dos pequenos. É importante criar um espaço para que eles falem sobre suas inseguranças. Por isso preparamos uma seleção de clássicos relidos que acrescentarão muito na leitura compartilhada.

Este é o lobo | LeiturinhaEste é o lobo | Editora DCL

Este é um livro diferente. Com uma linguagem visual e um texto acessível, Este é o lobo resgata personagens clássicos para propor uma reflexão sobre valores e hábitos. Ele conta a história de um lobo famoso, mas que tem uma fama não muito boa. Afinal, ele comeu a vovozinha, assustou os três porquinhos e aprontou muito! Agora, ele é um lobo solitário e todo mundo tem medo dele… Mas a pureza e a bondade de uma criança, pode interpretar esta história de forma diferente! As ilustrações marcantes e o peso da mensagem levaram este título a ser um dos mais vendidos e adorados em 2016!

Quem escreveu este livro?

Alexandre Rampazo é formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Desde 2007 decidiu se dedicar ao universo infantil, escrevendo e ilustrando obras maravilhosas que conquistaram o apetite literário dos pequenos.

 

os-tres-porquinhos-e-o-lobo-esportista-leiturinha

Livro: Os três porquinhos e o lobo esportista

Os três porquinhos e o lobo esportista | Editora Elementar

Todo mundo já conhece a história do lobo que assoprou a casa dos três porquinhos tentando destruí-la para devorá-los depois. Pois é, o livro começa mais ou menos assim, no entanto a história promete um desfecho bem diferente… A magia deste livro está justamente em incitar um olhar novo sobre preconceitos antigos!

Quem escreveu este livro?

Dad Squari e Marcia Dualibe Forte. Squari é libanesa, mas mora em Brasília desde 1968, onde cursou letras. Forte, além de ser escritora, também faz sites e já compôs CD’s de narrativas de lendas amazônicas.

 

Gostou dos livros? Você também pode receber, mensalmente, os melhores livros infantis selecionados de acordo com a fase de desenvolvimento do seu filho. Experimente por 1 mês grátis e incentive a leitura desde cedo!
Profile photo of Caroline Lara

Faz parte da Equipe de Curadoria da Leiturinha. É formada em Psicologia, leitora compulsiva e apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!