Música é grande aliada para a alfabetização e ajuda a despertar os mais variados sentimentos, sobretudo os positivos

As crianças já nascem dispostas a falar e compreender a linguagem do seu país de origem, e não é diferente com a musicalidade. O que devemos fazer, no caso da música de criança, é estimular a prática de ouvi-la e absorver todos os benefícios que ela oferece. Mas você sabe quais são?

Criatividade

A música contagia. E, mais do que isso, faz com que os pequenos estimulem seu cérebro para se movimentarem, cantarem e, sobretudo, curtirem o momento. É com essa prática constante que o bebê ou criança desperta os mais variados sentimentos e, assim, manifesta seu lado criativo.

Expressão Corporal como terapia

Profissionais afirmam que a música para criança é um grande aliado para pacientes com variados tipos de patologias, como autismo, falta de atenção, depressão ou, em casos mais leves, de estresse e até mesmo dores abdominais. As melodias tem um poder de trazer diversas sensações do cérebro, e uma delas é a calma.

Desenvolvimento da linguagem

As letras são armazenadas na memória da criança e posteriormente são reproduzidas no cotidiano. Mesmo que a letra tenha poucas palavras, ao longo do tempo serão usadas para a formação de frases. A dicção, por exemplo, é também desenvolvida. A música é uma grande aliada para ajudar na pronunciação de palavras, e ajuda também a melhorar a respiração e entonação da voz.

Comunicação

A comunicação é consequência do desenvolvimento da linguagem. A cantoria desenvolve as habilidades de fala, contribuindo para a comunicação com outras crianças.

A alfabetização é um processo extremamente importante, e promover atividades diferenciadas é uma boa pedida para conseguir melhores resultados. A música infantil, além de contribuir para alfabetização, desperta também os mais diferentes sentimentos – os melhores deles.