Para além das palavras e das imagens, a literatura também ensina a sentir

O encontro entre a imagem e a palavra é uma das chaves para a compreensão da importância da literatura na infância. Podemos entender essa afirmação, através de uma metáfora: É como se o leitor fosse um rio, guiado por duas margens: as palavras e as imagens. Há uma forma de se produzir literatura que ultrapassa esse consenso e possibilita o encontro entre esses dois aspectos do livro, formando a terceira margem: o Livro ilustrado.

Mas, quem é Odilon Moraes?

Antes de qualquer adjetivo, nós, da Equipe de Curadoria da Leiturinha, devemos confessar – somos imensamente fãs do trabalho de Odilon. Mas isso não é apenas pela sua capacidade enquanto autor e ilustrador. Odilon é disseminador de uma forma de pensar o livro e a literatura para além dos limites etários, de forma e conteúdo. A Princesinha Medrosa, título enviado recentemente no Kit Leiturinha, foi um sucesso entre os pequenos leitores. E, quando entramos em contato com seu mais novo livro, Rosa, fomos tomados por sentimentos que fizeram com que essa obra ultrapassasse nossa experiência com a literatura e construísse uma sensação de nostalgia e pertencimento que nos remeteu ao real sentido da leitura: tocar, emocionar e acrescentar.

rosa

Rosa

Autor: Odilon Moraes
Editora: Edições Olho de Vidro

Guimarães Rosa criou um dos contos mais profundos sobre a relação de pai e filho:  A terceira margem do rio. Odilon Moraes uniu sua vivência da paternidade com o texto de Guimarães Rosa e criou uma história que serve não só para crianças, mas também para os mais velhos. Conversando com o conto de Guimarães, nesta história, um pai em um “endoidamento” nomeia o filho recém-nascido de Rosa! Depois, ele se isola em uma canoa sobre o rio sem nunca mais retornar à margem e nem para sua família.

Este é um livro para ser lido mais de uma vez. Isso porque ilustração e texto contam a história em tempos diferentes e é o leitor que deverá compreender os dois tempos diferentes: a escrita conta a história do sumiço do pai, já a ilustração, conta a saga da busca do filho pelo pai e pela sua própria história, no suposto lugar onde seu pai estaria. A obra será um dos primeiros contatos dos pequenos leitores com a densidade da literatura brasileira e com a beleza da obra de João Guimarães Rosa.

pedroelua

Pedro e Lua

Autor: Odilon Moraes
Editora: Jujuba

Pedro e Lua não é apenas mais um livro… Esta é uma obra sensível que ensina não só os pequenos, mas também nós, adultos, a lançarmos um olhar diferente para o mundo das coisas e dos sentimentos. Lua mora longe, Pedro a observa fascinado pelo seu mistério. O menino fica ainda mais encantado quando descobre que ele e Lua têm algo em comum: ela  é feita de pedra, e o nome de Pedro significa “feito de pedra”. Na companhia da sua tartaruga,  também chamada Lua, Pedro inventa um mundo cósmico só dele e, neste mundo, Pedro e o leitor aprendem muito sobre os significados das coisas da vida.

Esta obra, anteriormente publicada pela extinta editora Cosac Naify, foi relançada pela editora Jujuba em parceria com a Leiturinha.

Leia mais: 

Profile photo of Caroline Lara

Faz parte da Equipe de Curadoria da Leiturinha. É formada em Psicologia, leitora compulsiva e apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!