O inglês é a língua estrangeira, ou segunda língua, mais popular do mundo. E muitos pais querem que seus pequenos aprendam cada vez mais cedo, se questionando quando escolher uma escola bilíngue.

Aprender um novo idioma é sempre benéfico para crianças e adultos. Mas, as crianças têm maior facilidade em aprender uma segunda língua do que os adultos, porque além de terem maior elasticidade mental, elas também costumam ser mais curiosas, um cenário completo para se tornar fluente em uma segunda língua. Portanto, um colégio que priorize o inglês ou outra língua além do português, vai expor o pequeno ainda mais a essa aprendizagem, podendo agilizar a aquisição da língua.

Algumas escolas bilíngues começam o ensino por outra língua e, só depois, começam a ensinar o português. Isso é comum para famílias que têm pais de diferentes nacionalidades, por exemplo. Já outras escolas dividem a grade horária entre o português e o outro idioma, para que a criança tenha uma vivência equivalente nas duas línguas.

Uma das grandes vantagens das escolas bilíngues é que as crianças não só aprendem a falar, ler e escrever na segunda língua, como também aprendem conteúdos normais da grade escolar na língua. A vivência em duas línguas vai estimular que o cérebro pense em duas línguas, ou seja, a criança não necessariamente contará os números em português, mas também na sua segunda língua.

Por isso, antes de matricular a criança em um colégio bilíngue, os pais devem considerar tudo como se fosse um colégio como outro qualquer: se a criança se adapta ao ambiente, qual a pedagogia, professores e direção, atividades extracurriculares etc. Afinal, a criança pode aprender em uma ou mais línguas, desde que aquele ambiente faça com que ela se sinta bem e que estimule o melhor que há dentro dela.

Escola de línguas

Mesmo que seu pequeno não estude em um colégio bilíngue ele poderá ser fluente em mais de uma língua. Como já dissemos, a criança tem muita facilidade em aprender novas línguas, especialmente se são expostas a ela desde cedo, por isso uma escola de línguas associada a incentivos que os pais e professores dão, pode compor o cenário perfeito para que ela se torne bilíngue.

No aplicativo da PlayKids, por exemplo, as crianças podem acessar o vagão “Hora de Aprender” que traz diferentes desenhos e músicas em inglês e espanhol, uma excelente forma de estimular que elas tenham contato com outras línguas e que, de fato, aumentem seu vocabulário.

Leia também: Você colocaria seu filho em uma escola bilíngue?

Profile photo of Ariane Donegati

Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.