Arrumar a cama, organizar os brinquedos, guardar as louças, cuidar do jardim… Você já parou para pensar como essas atividades podem ajudar o seu pequeno? Pois é! Introduzir os filhos nessas tarefas diárias traz diversos benefícios para ele e para o bem estar familiar.

Quando colaboram com as atividades domésticas, os pequenos desenvolvem noções de respeito, autonomia e responsabilidade, pois, ao participar do processo, eles passam a entender como funciona a dinâmica do lar, valorizando as atividades realizadas pelos pais. Além disso, eles se sentem mais próximos da família, tornando-se mais confiantes.

Mas os pontos positivos não são somente para os pequenos. Pelo contrário, a família de uma forma geral sente os benefícios em sua rotina, pois, quando todos colaboram com as tarefas domésticas, ninguém fica sobrecarregado. A família percebe que é dever de todos trabalhar pela organização e o funcionamento do lar, tornando o ambiente familiar mais compreensivo, agradável e unido.

Claro que, como tudo na vida, cada um tem o seu tempo e é muito importante que os pais se atentem a isso quando forem orientar seus filhos nas atividades diárias. Quando introduzidas desde o início e gradualmente, essas atividades deixam de representar algo ruim ou desagradável, para se tornarem parte da vida dos pequenos de maneira natural e saudável.

Tarefas domésticas para cada fase da infância

De 2 a 3 anos
Por volta dessa idade, os pequenos já conseguem realizar tarefas simples como guardar seus brinquedos e calçados, levar as roupas sujas para o cesto, limpar pequenas superfícies e tirar seu prato da mesa.

De 4 a 5 anos
Nessa faixa etária, você já pode incentivar o seu pequeno a arrumar a mochila da escola, tirar pó de alguns móveis, organizar itens da casa como livros e revistas, regar as plantas, ajudar a arrumar a cama e seu próprio quarto, colocar as roupas na máquina de lavar, guardar parte das louças e acompanhar a preparação de algumas refeições.

De 6 a 8 anos
Aqui, a criança já começa a entender melhor as noções de responsabilidade e cuidado. Então, você pode orientá-la a esvaziar o lixo do banheiro, ajudar a estender e retirar roupas do varal e a lavar as louças, varrer e passar pano em certos cômodos da casa, lavar o quintal, guardar as compras, ajudar a organizar armários e a preparar algumas refeições.

Acima de 8 anos
Nesta idade, seu filho já tem mais habilidades motoras e é capaz de desempenhar algumas funções mais complexas, como limpar o próprio quarto, cuidar do animal de estimação, preparar lanches rápidos, trocar a roupa de cama, ajudar a preparar o jantar e, com mais alguns anos, pode até ajudar a cuidar de um irmão mais novo.

Não se esqueça!

Vale lembrar que é importante que meninos e meninas aprendam e ajudem nas tarefas, sem distinção. Também ressaltamos que o acompanhamento de um adulto responsável é indispensável. De acordo com cada idade, os pais vão sentindo a necessidade de supervisionar mais ou menos as atividades, mas é preciso sempre estar atento e por perto. Além disso, os pais precisam ser pacientes e deixar o perfeccionismo de lado. Com o tempo, os pequenos vão aprendendo e desenvolvendo maiores habilidades nas tarefas executadas e, lembre-se, os elogios são sempre uma ótima forma de motivação!

livro-infantil-diversão-em-casa

Dica Leiturinha

Diversão em casa
Editora Girassol

Aproveitando esse tema, nós escolhemos um livro, já trabalhado pela nossa equipe de Curadoria, que vai mostrar para os pequenos que existe muita “Diversão em casa”. Recomendado para pequenos a partir de 1 ano, esse livro vai ajudar os pais a introduzirem as tarefas domésticas na vida dos filhos.

Leia mais:

Profile photo of Ana Clara

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, das histórias às poesias. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.