Você sabia que existe uma maneira correta de descartar o lixo que produzimos? Aliás, descartar os objetos corretamente faz toda a diferença na preservação do meio ambiente. Estima-se que em nosso país cerca de 250 mil toneladas de lixo são produzidas diariamente e a maior parte desse lixo é descartada de forma incorreta. Isso tem grande impacto ambiental, mas a inclusão de alguns hábitos em nossa rotina pode colaborar com a mudança desse cenário.

Se nos atentarmos e realizarmos a separação adequada do lixo, podemos reduzir a extração dos recursos naturais retirados da natureza, poupar água e energia, além de contribuir com a diminuição do volume de lixo. Desta maneira, os materiais recicláveis podem se transformar novamente em matéria prima para voltar ao seu ciclo produtivo!

Então, que tal aprender um pouquinho sobre o descarte consciente do lixo para que possamos criar esse hábito em casa com os pequenos? Afinal, um mundo melhor para nossas crianças deve partir de nós mesmos!

  • Procure saber como funciona a coleta seletiva em sua cidade. Em alguns lugares, o poder público fornece um sistema de coleta seletiva de porta em porta. Nesses casos, basta ficar por dentro dos dias que a coleta passa em seu bairro para que seus descartes possam ser recolhidos. Em outras localidades, no entanto, não existe esse tipo de sistema. Nesse caso, o ideal é procurar saber onde fica o ponto de coleta mais próximo da sua casa.
  • Depois disso, é importante saber a forma correta de separar seu lixo. Materiais como papel, metal, vidro e plástico devem ser separados da matéria orgânica (restos de alimentos) ou demais resíduos. Uma forma bem legal de fazer isso, é chamar seu pequeno para colorir as lixeiras de casa de acordo com cada tipo de material que será descartado:  

Azul: papel e papelão
Vermelho: plástico
Verde: vidro
Amarelo: metal
Laranja: resíduos perigosos
Roxo: resíduos radioativos
Marrom: resíduos orgânicos
Cinza: resíduos não recicláveis, misturados ou contaminados

  • Caso seja necessário, as embalagens devem ser lavadas e os materiais cortantes devem ser embrulhados corretamente para não causar cortes.
  • Alguns materiais orgânicos, apesar de não serem recicláveis, podem ser reutilizados de outras maneiras. Cascas de frutas e vegetais, por exemplo, podem ser depositados em uma composteira ou diretamente na hortinha de casa, tornando-se ótimos adubos para alimentar as plantinhas!

Dica Leiturinha:

patinho_inverso

O patinho (in)verso: aventuras com brinquedos
Inventado por Kate Manhães e Rhelga Westin

Outra ideia bem legal é reaproveitar as embalagens em casa mesmo. Que tal fabricar os próprios brinquedos? O Pedrinho do livro “O patinho (in)verso: aventuras com brinquedos”, é um garoto super criativo que ensina os pequenos e pequenas a construírem brinquedos a partir de embalagens descartáveis, são os ecobrinquedos!

 

Leia mais:

Profile photo of Ana Clara

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, das histórias às poesias. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.