A iniciação musical se diferencia da musicalização, pois é o momento em que o pequeno é introduzido ao aprendizado de um instrumento musical ou do canto. Isso se dá por meio do piano, violão, bateria, flauta, clarinete, violino, cello, canto coral e tantas outras opções de instrumentos musicais. Como o próprio nome diz, “instrumento” é uma ferramenta por meio da qual se pode fazer música, aprender música e vivenciar a música. Lembrando que a voz também é um instrumento (bastante importante, aliás) e, por isso, aulas de canto coral ou técnica vocal também são formas de iniciação musical.

A intencionalidade na aula de iniciação musical também é diferente da aula de musicalização (já falamos aqui no Blog sobre as aulas de musicalização, confira!) pois o professor tem um olhar mais aguçado e elaborado para questões de postura e técnica ao instrumento, teoria musical e a execução em si, ou seja, o tocar ou cantar. Claro que, sendo os pequenos seres em desenvolvimento, esses assuntos devem ser abordados de forma adequada à cada faixa etária.

Instrumentos ideais para iniciação musical

Em sala de aula ou espaços coletivos de ensino musical, a iniciação à música também ocorre e utilizamos de outros recursos para isso. Talvez o instrumento mais comum que se encontre nesses espaços seja a flauta doce. Um instrumento de sopro, relativamente fácil de ser tocado, mas que desenvolve muito a coordenação motora, atenção concentrada e controle da respiração. Também é importante trabalhar com um instrumento de qualidade e não com flautas de brinquedo.

Algo bem comum, mas com infinitas possibilidades, são os instrumentos de percussão e o canto, que fazem parte do aprendizado musical desde tenra idade e acompanha as pessoas por toda a vida. Quem nunca cantou no banheiro ou batucou na mesa? E por que o “batuque” da mesa não pode fazer parte do ensino musical? Assim, objetos do cotidiano, como copos de plástico, podem se tornar instrumentos de percussão e acompanhar canções. Aposto que você já ouviu o ritmo dos copos que o Grupo Palavra Cantada usou para a canção Fome Come, que é o mesmo que a Anna Kendrick usou na canção Cups.

Música é conhecimento e se leva pra vida

Há inúmeras possibilidades nesse trabalho, incluindo instrumentos interessantes que talvez você não tenha ouvido falar, como os boom whackers e o instrumental Orff (que faz parte de um conceito pedagógico). Boom Whackers são tubos coloridos com altura de som definida (um tubo diferente para cada nota musical), com os quais se pode fazer melodias, ritmos, harmonias e até arranjos para as músicas.

Independentemente da escolha do instrumento ou do método, a iniciação musical é um aprendizado que deve ser levado a sério e trabalhado por profissionais especialistas da área. Mas, é claro, sem perder de vista o encantamento, que na visão de Rubem Alves (e na minha também) é vital para o processo de ensino-aprendizagem que se leva para a vida.

Leia mais:

Profile photo of Juliana Abra

Professora de música, apaixonada pelo que faz, trabalha ativamente com educação musical e acredita na linguagem da música como ferramenta transformadora na vida das pessoas e como aspecto fundamental na formação das crianças.