Soul: saiba por que o novo filme da Pixar está conquistando corações

por | fev 2, 2021 | 0 Comentários

O filme Soul, produzido pela Walt Disney Pictures e pela Pixar Animation Studios, é um longa de animação. Lançado há dois meses, ele já cativou adultos e crianças no mundo todo por tocar em questões essencialmente humanas. Quer saber mais sobre esse filme que está conquistando corações? Confira a seguir!

Qual é o sentido da vida?

Como falar sobre morte, pós-morte ou responder a pergunta: “qual o sentido da vida”? Filósofos de diferentes épocas estudaram essa questão. E existem dezenas de religiões diferentes que também tentam explicar essa pergunta. No entanto, a verdade é que, até hoje, ninguém sabe dizer ao certo. 

Nós, adultos, já estamos acostumados com o dia a dia preenchido de tarefas que nos distraem desta reflexão. Mas e quando a pergunta vier de uma criança que, no auge dos seus seis ou sete anos de vida, quer saber por que, afinal, essas 7 bilhões de pessoas estão onde estão e fazendo o que estão fazendo? 

Ninguém ainda encontrou a resposta definitiva para essa e outras dúvidas complicadas que as crianças podem ter. Apesar disso, o filme Soul, produção dos estúdios Walt Disney e da Pixar lançado no final de 2020, pode cumprir o papel de um bom começo de conversa. E vale destacar, logo de cara, que este filme é o primeiro longa protagonizado por um personagem negro e com maioria do elenco negro de toda a história da Pixar.

A história do filme Soul

Filme "Soul", da Pixar, disponível no Disney+. Crédito: Disney/Divulgação

Filme “Soul”, da Pixar, disponível no Disney+. Crédito: Disney/Divulgação

O filme, dirigido por Pete Docter, é uma animação em 3D. Ele conta a história de Joe Gardner, um professor de música de uma escola para pré-adolescentes, cujo sonho é tocar jazz em uma banda e se apresentar como o grande pianista que sempre sonhou em ser. Joe é apaixonado por jazz, vive para isso e passou a vida toda em busca deste sonho. A contragosto de sua mãe, que tem uma alfaiataria que “paga as contas de casa”.

Para quem já assistiu a outros filmes de Docter, como DivertidaMente, Up: Altas Aventuras ou mesmo Toy Story, não é novidade que as suas produções podem divertir crianças e colocar muitos adultos para refletir sobre a própria vida. Em Soul, os questionamentos começam daí: quantos de nós já não desistimos dos nossos sonhos para trabalhar em lugares que garantissem os boletos pagos?

Falando de assuntos delicados com as crianças

Logo no início da história, Joe estava empolgado por uma nova oportunidade. Mas, em um acidente trágico, o personagem acaba morrendo e se tornando uma alma, que está destinada a ir para o lugar “além-morte“. Trata-se de uma forma simples e nada dramática para mostrar para as crianças o que acontece depois que morremos. Afinal, as almas que ali estão, se encaminhando para a luz, parecem tranquilas, sem medo do que as aguarda.

Já Joe está desesperado, porque morreu exatamente no dia em que ia realizar um grande sonho! Por isso, ele tentará fazer de tudo para voltar para sua vida na Terra. No meio dessas tentativas, ele conhece a Alma 22, uma alma que está no lugar onde todas as almas ficam antes de nascer. Lá, suas personalidades são adquiridas e elas encontram sua missão, para então nascer como bebês aqui na Terra. 

A Alma 22, porém, é um tanto rebelde. Ela não quer ir para a Terra porque gosta muito de onde está, imagina que a vida humana seja muito chata e prefere ficar eternamente na “escola da vida”. Por isso, este é outro bom momento para falar sobre mudanças com as crianças: as inseguranças que despertam, o medo do que está por vir e do desconhecido. 

De acordo com as criaturas simpáticas, os Zés (que coordenam o lugar) o que falta à Alma 22 é a sua missão. E todas as grandes personalidades já tentaram ajudar 22 a encontrá-la, mas ninguém teve sucesso. Isso porque a espertinha conseguia irritar a todos e fazê-los desistir do aconselhamento. Nesse sentido, o filme Soul ainda explora muito bem os sentimentos humanos, como raiva, inveja e falta de paciência. Inclusive de personagens conhecidos por sua sabedoria e bondade, como Gandhi e Madre Tereza de Calcutá, por exemplo.

A mensagem do filme Soul

Filme "Soul", da Pixar, disponível no Disney+. Crédito: Disney/Divulgação

Filme “Soul”, da Pixar, disponível no Disney+. Crédito: Disney/Divulgação

Joe e Alma 22, então, entram em uma aventura em busca de seus próprios propósitos. De um lado, ele quer voltar para Terra no seu corpo de pianista de jazz. Já ela quer dar um jeitinho de ficar para sempre na “escola da vida”. Ao longo dessa jornada, eles se descobrem grandes amigos. E, ainda mais importante, vão vendo aos poucos o que realmente faz diferença na vida. Ou seja, os pequenos momentos em que nos sentimos bem e felizes por estarmos vivos!

Dessa forma, a mensagem que o filme deixa é belíssima: não existe missão para nós a não ser aproveitar cada minuto que vivemos ao lado de quem amamos, buscando nossos objetivos e apreciando nossos pequenos feitos e prazeres do dia a dia, como comer uma pizza ou espreguiçar ao sol. E o filme Soul ainda é capaz de tocar num ponto que para nós, adultos, pode ser motivo de muitos questionamentos: estou, de fato, vivendo ou apenas realizando tarefas? 

Por fim, a produção traz a importância do apoio da família e dos amigos para realizarmos nossos sonhos e de sermos guiados pelo coração em busca do que queremos. Ambientada não só em lugares do espaço-tempo que simbolizam a morte, mas também na cidade de Nova York, rica em diversidade cultural e étnica, Soul nos proporciona 101 minutos de boa música, muitas risadas e outras tantas reflexões!

Vale ver com as crianças e conversar sobre essas e muitas outras perguntas ao longo da animação, que tem tudo para se tornar um clássico desta geração. Então, prepare a pipoca e bom filme!

Que tal viver as melhores histórias com as crianças? Faça parte do Clube Leiturinha! Você seleciona o plano ideal para a sua família e nos enviamos os melhores livros para seu pequeno ou pequena!

Leia mais:

Categorias:
10+ | 7 - 10 | Atividades | Família
Escrito por Regina Fiore Ribeiro
Formada em Jornalismo e especialista em Mídia, Cultura e Comunicação pela ECA/ USP, atua na área de relações públicas há 10 anos. Hoje é líder da área de Marketing de Influência da Leiturinha e está à frente do pilar de gênero do Respect, grupo de diversidade da Movile. É também repórter voluntária do Mulheres Jornalistas, coletivo formado por mulheres que faz reportagens e conteúdos pautados nos direitos humanos, diversidade e inclusão.
Relacionados
10 poemas especiais sobre ser mãe

10 poemas especiais sobre ser mãe

Um pouco de inspiração para as mães que gostam de uma boa poesia... Esta é uma coletânea carinhosa que reúne alguns poemas emocionantes que permeiam a maternidade, seja no olhar de mãe ou como filho e filha. Boa leitura! 1. In Dois em Um,  Alice Ruiz Depois que um...

10 poemas especiais sobre ser mãe

10 poemas especiais sobre ser mãe

Um pouco de inspiração para as mães que gostam de uma boa poesia... Esta é uma coletânea carinhosa que reúne alguns poemas emocionantes que permeiam a maternidade, seja no olhar de mãe ou como filho e filha. Boa leitura! 1. In Dois em Um,  Alice Ruiz Depois que um...

Como preparar seu pequeno para a alfabetização infantil

Como preparar seu pequeno para a alfabetização infantil

Toda mãe ou pai de recém nascido vive sonhando com o dia em que as primeiras palavrinhas serão faladas pelo bebê! Mas existe uma diferença entre balbuciar algumas vocalizações e de fato estar com o processo de alfabetização em progresso. Afinal, qual é o momento...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *