A importância de iniciar seu pequeno na música desde cedo

por | nov 27, 2018 | 1 Comentário

Muitos são os benefícios atribuídos à Musicalização Infantil, assim como muito também tem sido falado, pesquisado, escrito e divulgado sobre o assunto. Afinal, é inegável o quanto a educação musical é capaz de trazer benefícios ao desenvolvimento das crianças.

Musicalizar é aproximar a criança do universo sonoro. É prepará-la para uma futura iniciação musical que pode ocorrer quando ela começa a aprender a tocar um instrumento individualmente, em grupo ou ainda cantar solo ou em um coro.

Independentemente se o pequeno vai ou não seguir o caminho musical, a introdução a esta linguagem traz benefícios desde cedo, como o desenvolvimento dos dois hemisférios do cérebro, a ativação dos neurônios, o desenvolvimento motor e social, o auxílio no processo de aquisição da linguagem e o desenvolvimento cognitivo como um todo. Isso quer dizer que uma criança que passa por um processo de musicalização (que não se trata apenas de recreação musical) é mais atenta, mais sociável, faz conexões mentais com mais facilidade, comunica-se melhor, fica menos estressada, mais concentrada, aprende a cooperar, interagir, esperar e por aí vai…

Afinal, é positivo aprender a tocar um instrumento musical desde cedo?

Assim como a musicalização, a iniciação musical em um instrumento ou mesmo no canto é muito positiva para a criança. Vale lembrar que é importante ficar atento e conversar com profissionais especializados da área para que a idade ideal de iniciar em cada instrumento seja respeitada.

Todos os benefícios citados são vivenciados com mais intensidade quando se aprende um instrumento musical. Ganhos como disciplina, concentração, autoestima, persistência e coordenação motora ficam bem aparentes. Mas o maior benefício, além de aprender a música em si como uma forma de linguagem, está na criança aprender a se autorregular emocionalmente por meio da música. Crianças agitadas ficam mais calmas, as desconcentradas mais atentas, as entristecidas mais alegres. E isso, além de ser um processo lindo de se ver, se leva para a vida.

Gostou? Compartilha aqui com a gente as experiências musicais do seu pequeno!

Escrito por Juliana Abra
Professora de música, apaixonada pelo que faz, trabalha ativamente com educação musical e acredita na linguagem da música como ferramenta transformadora na vida das pessoas e como aspecto fundamental na formação das crianças. * Juliana é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Relacionados
Você conhece a cultura e identidade surda?

Você conhece a cultura e identidade surda?

Você se lembra da primeira palavra do seu pequeno? Lembra-se quando ele ainda começava a falar e você tentava ensinar novas palavras a ele? Conversar com as crianças desde bem novinhas é fundamental para seu desenvolvimento da linguagem. Você já parou para pensar como...

Você conhece a cultura e identidade surda?

Você conhece a cultura e identidade surda?

Você se lembra da primeira palavra do seu pequeno? Lembra-se quando ele ainda começava a falar e você tentava ensinar novas palavras a ele? Conversar com as crianças desde bem novinhas é fundamental para seu desenvolvimento da linguagem. Você já parou para pensar como...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

1 Comentário

  1. Avatar

    Esta abordagem da música no desenvolvimento da criança feita por Juliana, chama nossa atenção e traz um olhar diferenciado dos processos educativos que na sua maioria supervalorizam os processos cognitivos, sem considerar que a música, inclusive favorece estes processos, e, ainda desenvolve todas as potencialidades presentes na criança, no jovem e adolescente. Muito esclarecedora esta matéria de Juliana Abra!

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *