Prêmio Reclame Aqui

Dislexia: atenção aos sinais!

por | dez 19, 2016 | 2 Comentários

Sabemos que 10% da população mundial é disléxica, com uma incidência significativamente maior para o sexo masculino. Apesar da crescente divulgação de informações e campanhas de conscientização, ainda nos deparamos com crianças (e adultos) que sofrem por não terem recebido o diagnóstico e o tratamento adequados.  Então, quais são os sinais e sintomas da Dislexia?

Por Lílian Kuhn.

Pessoas com dislexia têm dificuldade de reconhecer, ler e soletrar letras e palavras – mesmo já sendo alfabetizadas. Muitas vezes rotulados de “burros”, “preguiçosos” ou “desinteressados”, vale ressaltar que os indivíduos com o transtorno não tem controle ou culpa nas dificuldades apresentadas, uma vez que a dislexia é causada por uma alteração neurobiológica, ou seja, do funcionamento neurológico.

Identificando a Dislexia na Pré-Escola

Por estarem associadas à leitura, as dificuldades costumam ser notadas por volta dos seis a oito anos de idade, quando as crianças estão em fase de alfabetização. Entretanto, há sinais que aparecem mais cedo. Desta forma, é importante se atentar para crianças em idade pré-escolar que apresentam certa dificuldade em acompanhar músicas e aprender rimas e aliterações, montar quebra-cabeças e outras atividades que envolvam noção visuoespacial e coordenação motora, seguir uma rotina, montar/contar uma sequência de fatos. E associados a tais sinais, as crianças pequenas podem apresentar falta/diminuição de interesse e atenção em atividades que envolvam livros, letras e/ou histórias.

Dislexia na Fase Escolar

Já nas crianças maiores, em fase escolar, as dificuldades decorrentes da Dislexia decaem em: aprendizagem do alfabeto,soletração ou sequenciamento das letras de uma palavra, cópia do texto (da lousa, do caderno), escrita de letra cursiva, compreensão de conceitos abstratos e piadas e provérbios. E em outras habilidades que não são diretamente relacionadas à leitura/escrita: planejamento e organização temporal e/ou espacial; memória; “leitura” de mapas, figuras geométricas e enunciados matemáticos; aprendizagem de idiomas; seguir instrução de GPS, entre outros.

Diagnóstico e Tratamento

Tanto o diagnóstico quanto o tratamento são feitos por uma equipe multidisciplinar formada por fonoaudiólogos, psicólogos, pedagogos e neurologistas e só pode ser dado após dois anos do início do processo de alfabetização. Além disso, o trabalho da equipe escolar é fundamental para a adaptação do currículo, das atividades e avaliações da criança. E para finalizar, ao notar qualquer atraso no desenvolvimento de linguagem oral ou escrita da sua criança, não hesite em levá-lo para uma avaliação fonoaudiológica!  

Escrito por Lílian Kuhn
Fonoaudióloga com especialização em Audiologia e Mestrado e Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem. Há dez anos atende crianças e adultos com distúrbios de linguagem. *Autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

Lidar com as birras da sua criança: Um dos desafios mais marcantes da vida de qualquer tutor. Mesmo que você não seja mãe ou pai, certamente já deve ter presenciado um momento como esse: a criança começa a chorar e em poucos minutos já está gritando, esperneando e se...

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Afinal, como lidar com meu filho pré-adolescente? Sabemos que quando você pisca, seu filho ou filha já está na pré-adolescência. Podem surgir, então, acordos não cumpridos. Eles parecem mais irritados e tendem a reclamar de tudo, não é mesmo? Pois tenha calma. É sim...

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

Lidar com as birras da sua criança: Um dos desafios mais marcantes da vida de qualquer tutor. Mesmo que você não seja mãe ou pai, certamente já deve ter presenciado um momento como esse: a criança começa a chorar e em poucos minutos já está gritando, esperneando e se...

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Afinal, como lidar com meu filho pré-adolescente? Sabemos que quando você pisca, seu filho ou filha já está na pré-adolescência. Podem surgir, então, acordos não cumpridos. Eles parecem mais irritados e tendem a reclamar de tudo, não é mesmo? Pois tenha calma. É sim...

A Jacaré: a curiosa amizade de um homem e seu pet peculiar

A Jacaré: a curiosa amizade de um homem e seu pet peculiar

O livro A Jacaré conta a linda história de amizade entre Faoro e Negro, um jacaré. Isso mesmo! Um jacaré! 🐊 Esse Inédito Leiturinha é um livro infantojuvenil estrangeiro ultra premiado, e seu título original é La Caimana. Chegou ao Brasil em primeira mão aos...

2 Comentários

  1. Viviane Gomes

    O meu filho está no sexto ano e a leitura dele é como se tivesse aprendendo a ler. Perguntei para a professora se tinha algum indício de dislexia, ela disse que não pois não usava placa, mas desde pequeno ele confunde b com d e g com q.

    Responder
  2. MARTA SANTOS BARREIROS BARROS

    O meu filho está com 6 anos de idade na mesma escola 3º ano, no grupo 05, não saber ler , não reconhecer as letras, não saber contar , não escrever seu nome, tem dificuldade de fazer as tarefas só, tudo depender dos pais, já está sendo acompanhando, por fononologo, psicologo, terapia ocupacional, psipedagoga e neurologista, mesma assim a professora se queixa que ele não executar a tarefa do que manda fica tempo todo não frente dela e não responde, chora para ir escolar, confunde as palavras, ficar irritado quando não compreendo o que ele falar.

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *