Você conhece a depressão pós-parto masculina?

por | out 22, 2020 | 0 Comentários

Quando falamos em depressão pós-parto, é natural associarmos a mulher que acabou de ter o bebê. No entanto, existem muitos casos de depressão pós-parto masculina, que é pouco falada, estudada, diagnosticada e tratada. 

O que é a depressão pós-parto masculina?

Essa depressão no homem que também é pai, consiste num quadro de sintomatologia depressiva (desesperança, tristeza profunda, pessimismo, culpa, dificuldade de concentração entre outras) que surgem no homem no período correspondente ao pós-parto, isto é, após o nascimento do filho. 

Associado ao nascimento de um filho existem muitas mudanças no contexto familiar e pessoal. Poucas horas de sono, novas responsabilidades e um aumento significativo das exigências que podem causar estresse, medo, ansiedade, elementos que não cuidados favorecem a depressão. 

Sintomas da depressão pós-parto masculina

Existem outros sintomas, que podem existir além dos critérios de diagnóstico de depressão, e precisam ser levados em consideração, tanto no homem como na mulher. Eles são:

  • Evitamento
  • Dificuldades na tomada de decisões
  • Ataques de raiva
  • Rigidez afetiva
  • Autocrítica
  • Irritabilidade
  • Consumo excessivo de álcool/drogas
  • Aumento dos conflitos conjugais
  • Violência conjugal
  • Somatização

Procure ajuda

Para o desenvolvimento saudável da criança, é muito importante a saúde mental de ambos os progenitores. A deteção de sinais e sintomas relacionados à depressão, precocemente favorece muito o tratamento. Precisamos desmistificar a ideia de que depressão pós-parto existe apenas nas mulheres. A depressão pós-parto, é um adoecimento reativo a um acontecimento novo na vida e requer a necessidade de integração a esse novo papel.

Enfim, na dificuldade em se reerguer de um momento como esse, não deixe de procurar a ajuda de um profissional.  Conta para a gente, você já passou por isso? Deixe seu relato para nós.

Leia mais:

 

Escrito por Elen Montanari
Mestre em Saúde, Psicóloga e Pedagoga. Atua como psicóloga clínica e orientação parental. Apaixonada pela infância, pelo universo infantil, pela ludicidade, pela leitura e pelo brincar, pois acredita que a infância é a fase mais rica no desenvolvimento do ser humano, formará o futuro adulto. *Elen é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Relacionados
20 filmes infantis para assistir em família

20 filmes infantis para assistir em família

Quer se divertir com as crianças? As brincadeiras, os jogos de tabuleiro e a própria literatura infantil costumam ser ótimas opções de passatempo! Mas, e os filmes? Para agradar os cinéfilos e os amantes da sétima arte, preparamos uma lista especial com 20 filmes...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *