Quem escreve um livro cria um castelo, quem o lê mora nele.

Monteiro Lobato

Narizinho, Pedrinho, Dona Benta, Tia Nastácia, Visconde de Sabugosa, Cuca, Boneca Emília… Não há quem não tenha boas lembranças ao ouvir esses nomes, afinal, o Sítio do Picapau Amarelo vem encantando gerações de crianças desde a década de 1920. São avós, pais, filhos e netos que se divertem e se aventuram com as histórias da turminha do Sítio, seja por meio dos livros infantis, dos desenhos animados ou das séries televisivas. Assim como sua obra, Monteiro Lobato foi fundamental para a literatura infantil, sendo um dos primeiros escritores de obras infantis do Brasil e da América Latina. Sua importância é tanta, que hoje em dia, a data de seu nascimento é também o dia em que celebramos o Dia Nacional do Livro Infantil!

Monteiro Lobato: “o pai da literatura infantil”  

José Renato Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Monteiro Lobato, era um menino inquieto, curioso e apaixonado pela literatura. Alfabetizado por sua mãe, ainda muito pequeno devorou todos os livros infantis da biblioteca de seu avô Visconde de Tremembé. Aos 13, muda-se para São Paulo para estudar e se preparar para cursar Direito. Pouco tempo depois, resolve mudar seu nome de batismo, e passa a chamar-se José Bento para poder usar a bengala de seu falecido pai, que trazia as iniciais J.B.M.L.

Ainda acabo fazendo livros onde as nossas crianças possam morar.

Conclui a graduação em 1904, muda-se para Areias, no Vale do Paraíba, torna-se promotor, casa-se com Maria Pureza da Natividade e tem quatro filhos: Marta, Edgar, Guilherme e Rute. Sem deixar nunca sua paixão pela literatura de lado. Publica diversas cartas e artigos em importantes jornais e funda a Revista Paraíba e, depois, a Revista do Brasil. Torna-se editor, funda a Companhia Editora Nacional e, em 1918, publica seu primeiro livro, “Urupês”. Em 1921, publica “Narizinho Arrebitado” e inicia sua carreira na literatura infantil.

A mim me salvaram as crianças. De tanto escrever para elas, simplifiquei-me.

O sucesso do seu primeiro livro infantil foi tanto, que Monteiro Lobato prolonga as aventuras dos personagens, publicando uma série de 23 livros, escrita entre os anos de 1920 e 1947. Assim, nasce sua mais famosa obra: O Sítio do Picapau Amarelo, que até hoje é amado e conhecido por pequenos e pequenas de diversos países.

Hoje, é possível a visitar a Vila do Buquira, onde Monteiro Lobato viveu e escreveu grande parte de sua obra. A cidadezinha, que ganhou o nome de Monteiro Lobato, fica no interior do estado de São Paulo e turistas podem, inclusive, conhecer o Sítio do Picapau Amarelo! A fazenda, herança do avô do autor, hoje é aberta aos visitantes que querem conhecer o lugar que inspirou tantas histórias e aventuras que permearam nossa infância!

Tem Monteiro Lobato na Loja Leiturinha!

Em homenagem ao Mês do Livro e ao Dia de Monteiro Lobato, a Loja Leiturinha lançou coleções de livros especiais. Confira:

Monteiro Lobato – Uma Biografia

Todos nós, em maior ou menor grau, conhecemos os personagens criados por Monteiro Lobato em nossa infância, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Dona Benta e claro, não podemos nos esquecer da Emília, a boneca de pano que fala pelos cotovelos. Vimos sobre as aventuras nas florestas, os animais fantásticos e todo Sítio do Picapau Amarelo. Mas, e sobre o autor? O que nós conhecemos? Você sabia que ele pintava aquarelas incríveis? Pois é, às vezes conhecemos muito sobre a obra, mas pouco sobre quem a escreveu. Esta Coleção vai apresentar para os pequenos (e grandes também) um pouco sobre a vida de Monteiro Lobato, ilustre escritor que marcou a literatura brasileira e mudou a maneira como se escrevia histórias infantis

Para saber mais ou adquirir essa coleção, acesse a Loja Leiturinha!

 

Monteiro Lobato – Narizinho e Pedrinho

Pedrinho e Lúcia, mais conhecida como Narizinho, são os queridos netos de Dona Benta, a simpática velhinha dona do Sítio do Picapau Amarelo. No Sítio eles vivem muitas aventuras ao lado dos animais da fazenda e dos seres mágicos que lá habitam, juntos exploram todos os lugares em busca de novas histórias. Pedrinho e Narizinho vivem a perambular da floresta ao ribeirão, e quase sempre entram em alguma enrascada, por sorte eles podem contar com seus amigos Visconde de Sabugosa, Marquês de Rabicó e Quindim, o paquiderme que apesar de muito grande é muito amável. Nesta Coleção os famosos e conhecidos personagens criados por Monteiro Lobato encontram personagens clássicos dos desenhos animados como o Pequeno Polegar, Cinderela, Branca de Neve e partem para uma viagem ao País das Maravilhas. Nestas aventuras os pequenos irão conhecer com mais intimidade as obras de Monteiro Lobato, escritor que marcou a história da literatura no Brasil.

Para saber mais ou adquirir essa coleção, acesse a Loja Leiturinha!

 

Turma da Mônica – Narizinho Arrebitado

Todo mundo, em algum momento da vida, viu ou ouviu alguma história escrita por Monteiro Lobato. Dentre suas criações a mais conhecida: O Sítio do Picapau Amarelo fez, e ainda faz, parte do imaginário de crianças e adultos através de gerações. Neste livro, Maurício de Souza recria as ilustrações de maneira colorida e divertida, dando vida ao livro Narizinho Arrebitado, primeira obra destinada ao público infantil escrito por Monteiro Lobato no início da década de 30. Esta obra é indicada para todas as idades, por meio da leitura compartilhada e também pela leitura autônoma.

Para saber mais ou adquirir essa coleção, acesse a Loja Leiturinha!

 

Crianças Famosas – Pequenos Escritores

De onde vem a inspiração pra escrever? Sabemos que o poder da imaginação dos pequenos pode transformar um simples objeto em algo mágico, as nuvens ganham formas muito mais ricas e os detalhes que muitas vezes nos passam despercebidos, para eles podem se tornar grandes experiências fantásticas. Será que perdemos essa habilidade quando crescemos? Cecília Meireles e Monteiro Lobato nos fazem questionar sobre. Ao conhecer um pouco mais sobre a história destes escritores podemos perceber que muitas memórias se mantiveram ou, ao menos, foram resgatadas da infância, trazendo para a escrita toda inspiração que um dia já existiu.

Para saber mais ou adquirir essa coleção, acesse a Loja Leiturinha

 

Monteiro Lobato – As Aventuras de Emília

Depois que tomou a pílula falante do Dr. Caramujo, Emília não parou mais de falar. Vive a tagarelar por todos os cantos e ainda coloca o pobre Visconde de Sabugosa para escrever à nanquim e papel todas as suas histórias, para que ela leve todo o crédito no final, é claro! Como é muito falante e curiosa, Emília sempre está disposta a explorar diferentes lugares e gosta de fazer grandes viagens. Nesta coleção, ela parte para conhecer e compreender melhor as palavras e também o universo dos números e quantidades, junto ao seu fiel amigo Visconde. Quem já conhece as aventuras da Marquesa de Rabicó sabe que ela tem muita história para contar e muitas aventuras vividas, que tal se juntar à ela nestas narrativas cheias de conhecimento e seres fantásticos e também poder reviver momentos super divertidos da infância?

Para saber mais ou adquirir essa coleção, acesse a Loja Leiturinha

 

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.