O encontro que mobiliza pessoas do Brasil e de vários outros países para a importância de ler e disseminar o hábito da leitura, valorizando o trabalho dos profissionais do mundo literário, trouxe inspiração para a equipe de especialistas da Leiturinha que compartilharam um pouco da deliciosa experiência com a gente! (: Boa leiturinha!

Por Caroline Lara | Leiturinha.
Durante a última semana, nós da equipe de curadoria da Leiturinha estivemos presentes na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, garimpando novidades e conhecendo de pertinho os autores, ilustradores e profissionais da área que são tão importantes para o nosso trabalho.

Bienal 2016

Foto: Reprodução

Foram dois dias de conversas incríveis com incentivadores da leitura, representantes de diversas editoras – algumas já consolidadas no mercado e muitas que estão iniciando agora sua atuação no ramo de livros.

O evento

Para quem nunca ouviu falar, a Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontece a cada dois anos, e tem como foco promover atividades lúdicas; palestras com grandes autores da literatura infantil, infanto-juvenil e adulta; e workshops. Ela também é um ambiente para negócios entre profissionais da área, para a divulgação dos trabalhos e a valorização dos escritores.

A visita é uma ótima experiência de conscientização da importância educacional da leitura para a construção de indivíduos informados e com senso crítico.

Eraldo Miranda, autor de Guerra e Paz

Encontro com Eraldo Miranda, autor de Guerra e Paz. O livro está entre as seleções do mês de agosto enviadas aos pequenos leitores do clube.

Os estandes das editoras estavam lotados de crianças, adolescentes, pais e profissionais. Foram momentos empolgantes nos quais entramos em contato com as tendências do mercado editorial. Os youtubers estavam presentes em peso – a presença de um deles era anunciada com frenesi pelo público. Refletimos sobre o sucesso dessas novas mídias. Muitas dessas celebridades do YouTube presentes na Bienal estavam lançando livros.

Além desses novos profissionais levarem de certa forma o conhecimento através de novas mídias, eles também estavam ali promovendo a aproximação de seus seguidores dos meios digitais com universo do livro impresso.

Ao contrário desses profissionais, não temos nossos rostos expostos e trabalhamos muitas vezes atrás de computadores, entrando na casa dos nossos leitores apenas através das palavras (que é nitidamente uma forma delicada de nos apresentarmos a eles). A Bienal então se tornou também um ambiente no qual os leitores puderam nos conhecer, com os quais tivemos a oportunidade de conversar sobre diferentes linguagens presentes no mundo da leitura.

Tivemos também a honra de ver de perto o quanto nosso trabalho é importante e respeitado. O carinho e curiosidade despertados nos nossos colegas profissionais e leitores ao lerem “Leiturinha” nas nossas credenciais nos afirmaram isso. E foi muito gratificante.

Mas nem tudo foi festa na Bienal. Deparamo-nos também com colegas tristes com o mercado literário brasileiro. Atualmente, o Brasil possui apenas 3.095 livrarias, o que representa, em média, uma para cada 64.954 habitantes, de acordo com a Associação Nacional de Livrarias (ANL). Dessa forma, é difícil que as maravilhosas produções literárias cheguem a todos os pequenos e lugares nos cantinhos do Brasil.

Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Foto: Reprodução

A Leiturinha entra nesse cenário como uma esperança. Com o nosso trabalho, conseguimos chegar em lugares que não possuem sequer uma livraria. Já estamos na casa de 18 mil assinantes em 2,7 mil municípios brasileiros, do Oiapoque ao Chui. E somos imensamente reconhecidos pelo nosso trabalho.

A Bienal nos transbordou inspiração. E ainda temos muito à compartilhar com vocês. Por isso, toda semana iremos escrever um pouquinho sobre tudo, livros, dicas de leitura, tendências literárias, os pequenos e seus comportamentos… Se preparem, e não percam nossas novas postagens.

Gostou? Deixe seu comentário!
E por falar em leitura, você também pode gostar de 5 motivos para ler para seu filho.

Profile photo of Caroline Lara

Faz parte da Equipe de Curadoria da Leiturinha. É leitora compulsiva e apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!