Prêmio Reclame Aqui

Bicho que Chama Bicho: um Original Leiturinha sobre defesa ambiental

por | jul 20, 2021 | 0 Comentários

Bicho que Chama Bicho, o mais recente Original Leiturinha, é um livro que levanta um importante questionamento: Já parou para pensar no quanto temos em comum com os bichos do mundo todo?

Somos todos bichos

Mas então, o que temos em comum com todos os outros bichos da natureza? Bom, tudo começa pelo nosso habitat, o planeta Terra! E quando falamos dos bichos brasileiros, os interesses em comum são ainda mais evidentes… Achou estranho pensar que animais têm interesses? 👀 Na realidade, faz todo o sentido do mundo! Afinal de contas, o principal interesse deles é a conservação de seu lar. A natureza e seus moradores fazem de tudo para se manter vivos e saudáveis. Nós, como seres humanos, temos uma grande responsabilidade nisso, já que devemos respeitar o direito à vida (não só a nossa).

O mais recente Original Leiturinha, Bicho que Chama Bicho, aborda esse tema com maestria e força. 👉Já está disponível para compra na Loja Leiturinha!👈 Essa é uma obra ideal para conversar com as crianças sobre meio ambiente, formas de vida, biodiversidade e, sem dúvidas, sobre o que podemos fazer para sermos participantes ativos na preservação ambiental.

Confira a seguir a entrevista com o autor do livro, Mateus Rios, que nos contou um pouco mais a respeito da obra.

🎤Com a palavra: Mateus Rios, o autor de “Bicho que Chama Bicho”

Blog Leiturinha: Como a temática de Bicho que Chama Bicho despertou em você?

Mateus Rios: Quando começaram as muitas notícias, relatos e imagens das queimadas que estavam acontecendo no Brasil, senti uma vontade urgente de contar essa história. Fiz o boneco inicial a lápis em um dia – acho que foi o livro mais rápido que já criei. De certa forma, a inspiração para o livro surgiu de uma situação muito triste e revoltante, então imaginei uma fantasia na qual os bichos se convocassem para trabalharem em conjunto em uma grande corrente.

Inicialmente, o livro se chamaria “A Corrente dos Bichos” e não teria palavras, mas durante o processo fui percebendo que ele se tornaria mais familiar e interessante se os bichos tivessem seus nomes ali. Gosto muito de bicho e quase todos fui lembrando de memória, mas claro que ainda assim precisei pesquisar para trabalhar com mais detalhes as formas e as cores. A princípio, a narrativa terminaria no momento das chamas, com alguns brotos surgindo dos troncos queimados presentes na quarta capa. Porém, conversando com a editora, sentimos que precisávamos desenvolver um pouco mais esse momento esperançoso de retorno da vida.

Um fato curioso: quando criança, gostava especialmente do colhereiro e seu bico em forma de colher, então decidi retratá-lo no livro, mas nunca havia visto um pessoalmente. Para minha surpresa e alegria, enquanto estava desenhando o livro, avistei um bonito colhereiro no lago do parque ecológico onde costumo passear.

Qual é o nosso papel na luta dos bichos pela vida?

🎥 Veja cenas exclusivas do interior do livro e também do autor Mateus Rios no Instagram da Leiturinha! 👈

Blog Leiturinha: Na obra, essa grande corrente entre bichos chega até o “bicho homem”. Como você vê essa participação humana no livro como um todo?

Mateus Rios: Acho que o “bicho homem” é um bicho um pouco diferente, nem melhor nem pior, mas é o mais capaz de cuidar e proteger os outros bichos e suas casas. E mesmo com toda essa nossa capacidade, parece que esquecemos disso. Somos os bichos que contam histórias. E através delas criamos e transformamos o mundo em que vivemos. Sendo assim, que histórias vamos contar? Que mundos escolhemos criar?

Sobre o processo de ilustração do livro

Parte do interior do livro "Bicho que Chama Bicho", de Mateus Rios, onde vemos um tamanduá entregando um jarro de água para um ser humano tentar apagar um incêndio na floresta.

O “bicho homem” chega para somar na corrente. Será que vai dar certo?

Blog Leiturinha: As ilustrações de Bicho que Chama Bicho despertam diversos sentimentos, além de representarem a diversidade da fauna brasileira. Qual foi seu direcionamento e intencionalidade ao ilustrar o livro?

Mateus Rios: Acho que a minha intenção ao criar livros é conversar com as pessoas, dividir alguns sonhos e inquietações. Não quero nem pretendo dar lições prontas ou ensinar determinados valores, mas sim contar histórias nas quais eu acredito e então talvez despertar sensibilidades e questionamentos. Quando penso nos leitores crianças, penso na criança que eu fui, nas perguntas que fazia, nas coisas que gostava e nas que me assustavam. 

Escolher falar de bichos é também uma forma de falar da gente: se nos reconhecemos e nos emocionamos, alguma coisa acontece ali. Algum sentimento ou ideia nova sobre o mundo ou sobre o outro desperta e acredito que isso é um poder transformador.

Sobre a mensagem central da obra

Blog Leiturinha: Qual seu maior desejo com a publicação dessa obra para crianças e famílias do Brasil inteiro pela Leiturinha?

Mateus Rios: Fico muito feliz e entusiasmado que essa história que criei aqui no meu ateliê possa chegar a tantas casas pelo Brasil. E agradeço muito a acolhida e o cuidado que toda a equipe dedicou à produção do livro. Gostaria que ele trouxesse bons momentos de leitura e conversa, tanto compartilhada junto dos pais e cuidadores, quanto em algum outro momento mais introspectivo de leitura das imagens e palavras da narrativa. Acho que o livro se completa no leitor e se de alguma forma acontecer esse encontro afetivo, já estou realizado. Se a partir desse encontro o leitor sentir vontade de conhecer mais sobre os bichos que aparecem ali – seus nomes, comportamentos, onde vivem etc. –, acredito que seriam bem-vindos desdobramentos da experiência de leitura.

“Bicho que Chama Bicho”: Compre agora! 📚

Fantástico, não é mesmo? Essa obra, além de tudo o que já comentamos, está totalmente atrelada a alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, sabia? Na leitura, o que mais se destaca entre eles é o Objetivo 15: Vida Terrestre.

Preservar nossa biodiversidade terrestre implica nos envolvermos com as causas de proteção animal e de conservação de terras a salvo da exploração. Isso pode ser feito desde muito cedo, pois os primeiros passos de participação social começam com a compreensão desse cenário e de nossos deveres com o planeta e suas formas de vida. 

🛍 O livro Bicho que Chama Bicho está disponível para compra na Loja Leiturinha! 🤩 Clique aqui para adquirir o seu, são poucas unidades!

Capa do livro "Bicho que Chama Bicho", de Mateus Rios

Clique na imagem para comprar diretamente na Loja Leiturinha!

Leiam juntos, conversem sobre esse tema e espalhem para familiares e amigos esse chamado da natureza!

Leia mais:

Escrito por Jéssica Oliveira
Linguista apaixonada pelo poder da palavra, pela educação em linguagens e pela excelência na produção de livros. É mestre em Estudos da Linguagem, pós-graduanda em Produção Editorial e formada em Letras – português e literaturas. Ama o universo da literatura infanto-juvenil e acredita que ele nos acompanha desde a barriga até nossos cabelos brancos. Atua como curadora na Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *