Quem não gosta de aprender brincando? Para deixar a vida dos nossos pequenos leitores mais leve e divertida, todo ano, a campanha do Pequeno Consciente apresenta a temática do meio ambiente através dos livros. Mas o que muita gente se pergunta é: literatura e meio ambiente: qual a relação entre os dois?

A resposta é clara: a literatura sempre está a serviço do pensamento. É justamente o pensamento que nos desperta para as questões importante do nosso planeta. A preservação ambiental é uma delas. Além disso, a natureza e seus elementos nos ajuda a abordar outras temáticas pertinentes ao desenvolvimento das nossas crianças.

Como a natureza pode contribuir para o desenvolvimento dos pequenos?

Os animais, a floresta e os elementos naturais presentes nas histórias dos livros não estão apenas a serviço da diversão dos pequenos. Eles também servem para aproximar e sensibilizar os  pequenos para a temática ambiental. Quando conhecemos os animais e criamos apreço por eles, ajudar na preservação fica bem mais fácil. 

Além disso, histórias que envolvem animais como personagens são utilizadas para introduzir assuntos considerados complexos de forma adequada ao imaginário das crianças.

Em uma pesquisa realizada pela psicóloga Deena Skolnick Weisberg, na Universidade de Pensilvânia, nos Estados Unidos, isso é demonstrado. A pesquisa mostrou que histórias fantásticas – como as que possuem personagens animais com comportamento humano e outros elementos irreais – conseguem ensinar de forma mais efetiva alguns elementos, como palavras novas, às crianças. Isso acontece porque as histórias de fantasia atraem a atenção dos pequenos. Os cenários fantásticos também estimulam o desenvolvimento cerebral por meio da imersão em contextos desconhecidos. Isso faz com que traga uma carga rica de informações novas e úteis no processo de aprendizado.

Porém, o meio ambiente não é feito só de animais

Para os pequenos mais crescidos, é importante mencionar questões que perpassam a questão ambiental como consciência crítica. É necessário despertar a reflexão para assuntos mais complexos. Como, por exemplo, a extinção, a preservação dos rios, florestas, comportamentos racionais e bons hábitos para com nosso planeta.  

Para que esses assuntos sejam explorados em profundidade e tragam ganhos reais para a construção do caráter e estar social das nossas crianças, é preciso sair da zona de conforto. Precisamos tocar em temas sensíveis, mostrando o quanto nossos hábitos influenciam no meio ambiente. Não deixe de contribuir para a construção de adultos conscientes, pela literatura, músicas, filmes ou pesquisas. Pode acreditar, elas estão atentas a tudo. Muitas vezes achamos que algumas questões não são adequadas à compreensão delas, quando na verdade elas a dominam mais do que nós.

Conta para a gente, você já conversou sobre o futuro do planeta com seu pequeno hoje? 

Leia mais:

Profile photo of Caroline Lara

Faz parte da Equipe de Curadoria da Leiturinha, é formada em Psicologia e mãe do Caetano. Leitora compulsiva, é apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!