Filosofar é ressignificar a forma como vemos e vivemos a vida

Filosofia é uma palavra de origem grega que significa amor à sabedoria. Embora para algumas pessoas ela possa soar como algo complicado demais, o pensamento filosófico trata-se, basicamente, de refletir sobre o dia a dia, o ciclo das coisas e sobre nós mesmos. Assim, ao fazer esse “exercício”, mudamos a forma como nos enxergamos e posicionamos diante da vida. Dessa forma, quando apresentamos a filosofia para os pequenos desde cedo, aguçamos sua curiosidade e interesse natural pelas coisas e, também, possibilitamos que eles vejam o mundo de uma maneira diferente. Mas como apresentar a filosofia para crianças de uma forma acessível?

Coleção Filosofinhos: trazendo a filosofia para o universo infantil

Assim, pensando justamente na importância de trazer a filosofia para mais perto dos pequenos e pequenas, a filósofa Maria de Nazareth Agra Hassen, em parceria com a Tomo Editorial, lançou a Coleção Filosofinhos. Esta é uma coleção de livros infantis que conta com nove títulos que apresentam as histórias dos filósofos: Sócrates, René Descartes, Sigmund Freud, Sartre, Simone de Beauvoir, Platão, Karl Marx, Immanuel Kant, Jean Jaques Rousseau e Aristóteles.

De forma leve, bem-humorada e acessível, a Coleção Filosofinhos conta como esses nove grandes e importantes pensadores refletiam sobre o mundo à sua volta, gerando, então, identificação dos pequenos com os personagens. Assim, com uma linguagem simples e textos rimados e bilíngues (com versões em Português e Francês), os livros aproximam conceitos e fundamentos da filosofia do imaginário infantil.  

Conheça um pouco sobre os grandes pensadores apresentados na Coleção Filosofinhos

Já deu para perceber que este é um verdadeiro convite ao universo dos grandes, ops… pequenos filósofos, né? Portanto, não é à toa que é um verdadeiro sucesso entre  adultos e crianças! Por isso, saiba mais sobre cada um dos filósofos apresentados na Coleção Filosofinhos:

1. René Descartes

“Quem pensa precisa existir, por isso agora eu insisto: o nada não pode pensar. Penso, logo existo!”. Nascido na França no final do século XVI, Descartes teve sua atuação no século XVII. Por fim, ele revolucionou os pensamentos filosóficos, científicos e matemáticos de sua época.

2. Sigmund Freud

Conhecido como o pai da psicanálise, Freud fundou, no século XX, uma técnica ainda difundida, aplicada e estudada até os dias atuais. Porém, no livro da Coleção, a metáfora é com seu cachorrinho que machuca sua pata em um passeio. “Sigmundo pegou a pata do Ego e o Ego todo. E foram para o ‘hospipapo’ fazer a pata de novo. ‘Hospipapo’ é um hospital sem injeção nem remédios, onde se bate um bom papo sobre dores, vidas e tédios”.

3. Sócrates

“Não é difícil entender! Os outros que também não sabem nada, pensam TUDO saber. Eu, UMA coisa eu sei: eu sei que nada sei”. Sócrates foi um dos mais importantes filósofos da Antiguidade. Ele iniciou o pensamento racional, começando, assim, a desconstrução do pensamento mitológico.

4. Sartre & Simone

Sartre e Simone foram dois filósofos conterrâneos de Descartes, porém no século XX. Enquanto ele tinha a liberdade como premissa: “a existência precede a essência”; ela tinha o existencialismo e o feminismo: “não se nasce mulher, torna-se mulher”. Assim, o livro que integra a coleção conta a história do casal antes, durante e depois de se encontrarem e mudarem suas vidas.

5. Platão

Platão foi amigo e seguidor dos ensinamentos de Sócrates e, a partir disso, deu continuidade ao pensamento racional. Como era um viajante e gostava de conhecer novas culturas, desenvolveu, então, sua própria teoria de organização da sociedade ideal. “Mas o que Platão pensou mesmo foi um lugar bem organizado, que República foi chamado”.

6. Karl Marx

Marx é um dos maiores pensadores do século XIX, considerado complexo e profundo. Muito estudioso e um trabalhador assíduo, ele dedicou suas teorias às análises da sociedade, política e economia. Sobretudo difundiu a cultura do Comunismo, considerando essa a fase final do desenvolvimento da humanidade. “Se há um lugar a ser criado, nele não pode haver desigualdade: uns donos de tudo, outros só na saudade”.

7. Immanuel Kant

Kant, que viveu a maior parte de sua vida no século XVIII, é um dos filósofos de obra mais vasta. Por isso, o livro da Coleção traz uma parte importante dela, a que mais se popularizou, o imperativo categórico: “Para saber se é errado, vou pensar filosoficamente: se eu deixar a caca na rua, todo mundo pode deixar. E se todo mundo o fizer, o mundo piorará”.

8. Jean Jacques Rousseau

Contemporâneo de Kant, Rousseau foi considerado o precursor do Socialismo, elaborando uma doutrina sobre a bondade inata do homem. Assim, para ele, a liberdade é um direito inalienável e ao mesmo tempo um dever. Seus princípios inspiraram o lema da Revolução Francesa: “Liberté, Égalité, Fraternité” (liberdade, igualdade, fraternidade). “Para todos sermos livres, nós devemos combinar: cada um unido a todos, em bondade natural, formaria um mundo novo, do contrato social”.

9. Aristóteles 

Aristóteles foi um importante filósofo grego do século V a.C.. Discípulo de Platão e professor de Alexandre, o Grande, ele foi autor do primeiro sistema abrangente de filosofia ocidental. Em síntese, seu trabalho abarcou diversos assuntos, como a física, a metafísica, as leis da poesia e do drama, a música, a lógica, a retórica, o governo, a ética e a biologia.

A Coleção Filosofinhos está disponível na Loja Leiturinha! Para saber mais ou adquiri-la, acesse nossas Coleções de Livros!

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.