Crianças em quarentena: quais cuidados preciso ter?

por | mar 18, 2020 | 0 Comentários

A nova pandemia do Coronavírus traz muitas dúvidas aos pais do que se deve e do que não se deve fazer com as crianças. Principalmente durante o período de quarentena, afinal quarentena não é férias. Portanto, não é recomendado levar as crianças para o shopping, cinema ou teatro. Neste momento, precisamos ter um pensamento social. Confira os cuidados que você e sua família precisam ter!

Quarentena não é férias, é hora de pensar no coletivo!

Pesquisas apontam que o grupo de risco do Coronavírus são os idosos e pessoas que sofram com problemas respiratórios ou diabetes, por exemplo. Diferente da maioria das pessoas, a doença nesse grupo se manifesta de forma mais forte, podendo ser bem grave. Por isso, essas pessoas devem ficar isoladas. No entanto, como o índice de transmissão do vírus é muito alto, adultos, jovens e crianças devem se isolar também, para não transmitir a doença para idosos ou demais pessoas do grupo de risco. Isso é pensamento social, é pensar no coletivo e pensar no próximo.

Se para você e sua família, o Coronavírus pode representar “apenas” uma gripe ou resfriado, para outras pessoas isso pode ser muito sério. Além disso, quanto mais pessoas doentes, maior a porcentagem de casos graves, o que pode ultrapassar o limite da capacidade de nossos hospitais de atendimento. Ou seja, em casos de pandemia, precisamos ter empatia e responsabilidade não só por nós e nossas famílias, mas por todos. 

Mesmo que as crianças não façam parte do grupo de risco, por que elas precisam ficar em casa?

No momento atual, mesmo que não façam parte do grupo de risco, as crianças precisam ficar isoladas. Isso porque podem ser assintomáticas, portadoras do vírus, e transmiti-los para outras pessoas. Então, o recomendado atualmente é que, caso os pais não possam fazer home office, não deixem os filhos com os avós. O ideal é pedir ajuda para outros parentes e amigos, que também não tenham contato com idosos e não estejam no grupo de risco.

Passeios ao ar livre, como ir ao parquinho por exemplo, são recomendados?

As aglomerações estão proibidas. Então, locais como shopping, teatro e cinema nem pensar. Mas e os parquinhos de prédios, por exemplo? A primeira coisa é que depende do prédio. Alguns condomínios são bem grandes, parecendo um bairro ou até mesmo uma cidade. Se esse é o caso do seu, evite. Ir a locais com muita gente, mesmo ao ar livre, pode ser arriscado. Além disso, evite as brinquedotecas e salão de jogos do prédio, pois são ambientes fechados e podem ser arriscados. Neste momento, o mais recomendado é ficar dentro de casa com as crianças. Pode parecer difícil, mas é um sacrifício temporário e necessário.

Quais são as ações mais recomendadas que os pais podem ter com as crianças no cenário atual?

No cenário em que estamos, o mais recomendado é manter as crianças dentro de casa. Não leve à escola, aos parquinhos, ao contato com outras crianças da mesma idade. Isso porque elas também podem transmitir o vírus para o seu pequeno. Além disso, evite que seu filho tenha contato físico com os avós durante esse período. Mantenha o contato com os avós através de vídeos-chamadas e ligações. 

É importante também aumentar o rigor com a higiene. Ensinar a lavar as mãos mais vezes ao dia, tomar banho mais frequentes e que não se deve colocar a mão na boca, nariz ou olhos é essencial. Ensine também que eles devem evitar o contato físico com outras crianças, abraços ou beijos. Se ainda estiver trabalhando fora, ao chegar em casa, tire os sapatos antes de entrar. Além disso, lave as mãos imediatamente, troque as roupas e coloque para lavar. Por mais que a transmissão por tecido seja pequena, não dá para dizer que não tem risco algum. 

Reunimos informações e algumas dicas e ideias de atividades para fazer com seu pequeno em casa. Faça maratona de filmes, cozinhe junto com ele, jogue jogos divertidos, imprima atividades e brincadeiras para que ele possa fazer enquanto você trabalha. Ideias não irão faltar. Abuse da imaginação e se divirta. Confira aqui!

Escrito por Michelle Rachid
Bióloga, acredita que a aprendizagem eficaz acontece por meio da leitura e das brincadeiras. Leitora voraz, ama viajar, é fã de carteirinha de animações e autora no Blog Leiturinha.
Relacionados
4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *