7 dicas para proteger sua família do Coronavírus

por | mar 12, 2020 | 1 Comentário

Você já deve ter ouvido falar do novo Coronavírus, um assunto que está super em alta em todas as mídias. Mas, o que ele faz? Quem ele é? Onde habita? Como falar sobre ele com as crianças? Como proteger a sua família? Essa e outras dúvidas iremos responder nesta matéria. 

O que é o Coronavírus?

O Coronavírus faz parte de um grupo de vírus bem comum entre os animais. Em alguns casos ele pode ser zoonótico, ou seja, ser transmitido para seres humanos. Vários estudos apontam que este Coronavírus se originou em uma espécie de mamífero que está ameaçada de extinção. O nome desta espécie é pangolim, e o consumo de sua carne pode ter originado a zoonose. 

Quais são os sintomas? 

Em pessoas com o sistema imunológico fortalecido, esse vírus causa uma gripe moderada a aguda. Possui sintomas como febre, coriza, tosse, dor de garganta, perda do paladar e do olfato. Pode evoluir para uma pneumonia e se não tratada com antecedência, pode se agravar. O problema são as pessoas com sistema imunológico enfraquecido, como idosos, que podem sofrer consequências mais graves. Por ser um vírus novo, os sintomas e sequelas ainda não são totalmente conhecidos. Por isso, precisamos proteger esses idosos.   

7 dicas para proteger a sua família

Agora que você já sabe tudo sobre o Coronavírus, você deve também se informar sobre o que fazer para proteger a sua família e seu pequeno. 

1. Lavar sempre as mãos.

É muito importante sempre lavar as mãos depois de todas as situações. Como por exemplo, antes de comer, depois que chegar em casa, ao tocar em algum objeto exposto publicamente. A forma correta de lavar as mãos é sempre lavando até metade do pulso. É necessário esfregar sempre as partes internas dos dedos, os vãos e até mesmo as unhas. Confira um passo a passo para ajudar os pequenos a lavarem as mãos da forma correta aqui!

2. Usar Álcool Gel ou Álcool 70%. 

Compre um álcool gel para cada integrante da família e oriente, que assim como lavar as mãos, higienizar constantemente com o álcool gel é necessário. Principalmente, é importante passar antes de tocar em olhos, boca ou nariz, áreas de foco para contaminação.

3. Evitar tocar o rosto sem lavar as mãos.

Toda vez que for tocar os olhos, a boca ou o nariz, ensine seu pequeno que é preciso lavar as mãos e passar álcool gel. Dessa forma, os vírus e bactérias irão morrer. 

4. Tampar a boca ao espirrar ou tossir.

Ensinar o pequeno de que é preciso tapar a boca ao tossir e espirrar é essencial. Explique para ele que os vírus adoram se espalhar em todos os lugares, e que quando ele espirra sem a mão na boca, eles se espalham. Isso é prejudicial para as outras crianças e adultos, que podem receber esse vírus que não foi convidado e ficarem doentes. 

5. Fique em casa.

No momento, não podemos sair de casa. É recomendado pela OMS, que fiquemos em casa até um medicamento ou vacina ser encontrado para resolver o problema. Ao entrar em contato com outras pessoas, podemos nos contaminar e com isso, levar o vírus para outras pessoas. Adapte suas atividades com as crianças e fique em casa. 

6. Evitar cumprimentar as pessoas com toque.

Para proteção sua e de sua família, não cumprimente as pessoas com abraços, beijos ou apertando as mãos. Evite fazer isso, pois não sabemos aonde essas pessoas estiveram e nem com quem estiveram. Por isso, o melhor a fazer é evitar o contato físico. Se possível, cada um em sua casa.

7. Tranquilizar o pequeno em relação ao vírus.

O mais importante de tudo é explicar para o pequeno a situação real do vírus. Ele deve estar ouvindo as pessoas ao redor dele, os amiguinhos e até mesmo na TV, as pessoas preocupadas com a situação. Por isso, é importante sentar e conversar com ele. Explicar que o vírus ainda não é totalmente conhecido porém, as pessoas estão tomando precauções para que o problema não piore. Deixe claro que existem pessoas procurando a cura desta doença e que você, como adulto, estará lá para cuidar dele. 

Agora que você já sabe como proteger sua família, não perca tempo!

Leia mais:

Escrito por Michelle Rachid
Apaixonada por comunicação, acredita que a aprendizagem eficaz acontece por meio da leitura e das brincadeiras. Leitora voraz, ama viajar, é fã de carteirinha de animações e autora no Blog Leiturinha.
Relacionados
Você já fez simpatia para descobrir o sexo do bebê?

Você já fez simpatia para descobrir o sexo do bebê?

Assim que a gravidez é anunciada, o casal, os amigos e toda a família ficam sedentos por uma coisa: descobrir o sexo do bebê! Mas até a tão esperada resposta chegar, como segurar a ansiedade e a curiosidade? Afinal, antes do veredito do ultrassom, é possível...

10 poemas especiais sobre ser mãe

10 poemas especiais sobre ser mãe

Um pouco de inspiração para as mães que gostam de uma boa poesia... Esta é uma coletânea carinhosa que reúne alguns poemas emocionantes que permeiam a maternidade, seja no olhar de mãe ou como filho e filha. Boa leitura! 1. In Dois em Um,  Alice Ruiz Depois que um...

Você já fez simpatia para descobrir o sexo do bebê?

Você já fez simpatia para descobrir o sexo do bebê?

Assim que a gravidez é anunciada, o casal, os amigos e toda a família ficam sedentos por uma coisa: descobrir o sexo do bebê! Mas até a tão esperada resposta chegar, como segurar a ansiedade e a curiosidade? Afinal, antes do veredito do ultrassom, é possível...

10 poemas especiais sobre ser mãe

10 poemas especiais sobre ser mãe

Um pouco de inspiração para as mães que gostam de uma boa poesia... Esta é uma coletânea carinhosa que reúne alguns poemas emocionantes que permeiam a maternidade, seja no olhar de mãe ou como filho e filha. Boa leitura! 1. In Dois em Um,  Alice Ruiz Depois que um...

1 Comentário

  1. Josy

    Matéria excelente, informações necessárias para o nosso cotidiano sobretudo para esse momento atual da pandemia. Valeu, obrigada! Sucesso!…

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *