Engasgo em bebês e crianças: Saiba o que fazer!

por | abr 30, 2018 | 0 Comentários

As crianças pequenas têm o hábito de colocar objetos na boca, é a forma como exploram o mundo. O engasgo ocorre quando a criança engole algo grande o suficiente para bloquear suas vias aéreas, ficando difícil ou impossível respirar. Para entender isso, é importante saber que o diâmetro das vias aéreas de uma criança é aproximadamente do mesmo tamanho que o dedo dela. Por isso, é fácil objetos, mesmo os menores, se tornarem extremamente perigosos.

Os sinais mais comuns de engasgamento incluem: tosse ou respiração ruidosa; lábios ou pele azuladas; esforço grande para respirar e eventual perda de consciência. A criança pode também emitir ruídos atípicos ou abrir a boca sem emitir nenhum som, podendo não conseguir chorar ou tossir.

O ideal é garantir que objetos pequenos sejam mantidos fora do alcance de seu filho, mas caso algum acidente aconteça, é importante estar preparado para agir com segurança e confiança.

Alguns riscos de asfixia incluem brinquedos, utensílios domésticos e alimentos. Destes, a comida é a causa mais comum de sufocamento. Práticas alimentares seguras, como acompanhar a criança enquanto ela come, por exemplo, não só proporcionam uma oportunidade de ligação, mas também garantem que ela mastigue os alimentos adequadamente.

Engasgo é coisa séria! Previna e saiba o que fazer caso aconteça.

O que fazer em caso de engasgo?

No vídeo abaixo, produzido pela Phitters, o pediatra Gabriel Variane mostra o que fazer e como socorrer a criança ou bebê em casos de engasgos.

Leia também: BLW: Mamãe, papai, hoje eu vou comer sozinho!

Categorias:
0 - 3 | 4 - 6 | Bebê | Cuidados | Idade | Sem autor
Escrito por Phitters
Portal de Conteúdo Parental, fundado por uma mãe amorosa e cheia de dúvidas, que encontrou apoio e orientação nos mais de 40 especialistas, que dividem seu conhecimento científico, com simplicidade e praticidade. Publica como convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Relacionados
4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *