Prêmio Reclame Aqui

5 dicas para ajudar seu filho a largar a mamadeira

por | jul 13, 2018 | 2 Comentários

São muitos os motivos que levam os pequenos a utilizar a mamadeira, no entanto, assim como a chupeta, chega um momento que é preciso largar a mamadeira! Nem sempre este momento é algo simples para os pequenos, exigindo paciência e atenção dos pais!

Para o uso da mamadeira não se tornar prejudicial, é preciso lembrar de que ela é apenas um objeto que tem como função principal levar o alimento à criança, por isso o ideal é que ela não fique disponível na mão do pequeno o tempo todo. Ele pode acabar utilizando a mamadeira como chupeta, e esse uso prolongado pode prejudicar o desenvolvimento da boquinha e alterar a arcada dentária.

Hora de dizer adeus à mamadeira!  

A partir dos 6 meses ou assim que seu bebê tiver coordenação para segurar objetos sozinho, já é hora de ir substituindo a mamadeira pelo copinho. Aos poucos, tente começar a oferecer água, por exemplo, no copo para que ele se acostume com outros meios que não sejam a mamadeira. Parece simples, mas nem sempre é assim fácil fazer com que os pequenos larguem a mamadeira. Afinal, como realizar essa tarefa sem que haja muito sofrimento? Confira 5 dicas para ajudar seu filho a largar a mamadeira:

1. Converse

O diálogo é fundamental. Explique para seu filho o porquê dele não precisar mais da mamadeira ou então que ele precisa intercalar com outros meios. Diga a ele que está crescendo e que pode começar a usar copos e canecas assim como gente grande. Obs: caso esteja próximo da chegada de um irmãozinho ou irmãzinha, pode ajudar a criança a amadurecer a ideia, já que agora tem um bebezinho bem menor que pode precisar usar a mamadeira.

2. Vá aos poucos

Algumas crianças têm um apego emocional à mamadeira e fazem uma relação de conforto e tranquilidade. Por isso, não tente tirar de uma vez só. Primeiro elimine as mamadeiras do dia e depois da noite, até que a criança se acostume totalmente.

3. Conte histórias

Aproveite datas comemorativas como o Natal e a Páscoa. A criança pode ficar feliz em dar a mamadeira dela ao Papai Noel ou Coelhinho da Páscoa. Ou então fale que existem outras crianças que estão precisando muito de uma mamadeira para poderem se alimentar. Nesse momento vale usar a criatividade e entender qual história iria encantar mais.

4. Torne este momento divertido

Deixar a criança escolher um copo bem legal para trocar pela mamadeira pode funcionar também. Imagine que maravilhoso poder tomar água em um copo de seu personagem preferido?

5. Evite levar a mamadeira de lá para cá

Nessa fase de substituição, tente não levar a mamadeira junto quando forem fazer um passeio ou até mesmo para a escola. A criança vai estar entretida e se divertindo com os amiguinhos, portanto a chance dela não perceber ou se importar em utilizar o copinho é bem mais alta e ajuda na associação de outros meios de alimentação com bons momentos.

Leia também:

Categorias:
0 - 3 anos
Escrito por Flávia Puccini
Fonoaudióloga, mestre em processos e distúrbios da comunicação e especialista em motricidade orofacial. É consultora de amamentação e laserterapeuta. * Flávia é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

2 Comentários

  1. Viviane Azevedo

    Meu bebê tem 1 ano e 6 meses toma tudo no copinho menos o leite .
    Ele mama 3 vezes ao dia mais não aceita copinho com leite.
    Outras bebidas ele toma no copinho
    Não sei o que faço ele chora muito e não bebi leite prefere ficar sem.
    Já tentei no copo normal e copinho de tramsicao.

    Responder
    • Flávia Puccini

      Oi, Viviane! Tudo bem? Seu pequeno mama na mamadeira ou no peito? Provavelmente, essa recusa dele pelo copinho especificamente para o leite tem um cunho psicológico. Ir explicando e dando segurança de que a mamãe sempre vai estar ali, presente, independentemente do meio pelo qual ele é alimentado pode ser uma solução, mas acho válido procurar um especialista para entender o que está acontecendo!

      Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *