Você já imaginou se empatia, inteligência emocional e autoconhecimento passassem a fazer parte do currículo escolar de nossas crianças? Pois é… Se por muito tempo o foco de pais e educadores era estimular que os pequenos se dedicassem para tirarem as melhores notas, hoje essa preocupação por si só já não é suficiente para garantir um futuro de sucesso – seja pessoal ou profissional. 

Neste cenário, a discussão sobre a importância das competências socioemocionais vem ganhando relevância e espaço no mundo inteiro ao longo das últimas décadas, com iniciativas – inclusive da ONU e da Unesco – que mostram que as crianças precisam de uma educação plena, que considere o ser humano em sua integralidade: indivíduo, profissional e cidadão. Buscando maneiras de alcançar uma educação integral que estimule todas as potencialidades das crianças, especialistas das mais diversas áreas começaram a investigar a relação entre o desenvolvimento socioemocional e o desenvolvimento cognitivo. Afinal como preparar os pequenos para o século 21?

Para conversar sobre a importância das competências socioemocionais, convidamos a mestre e consultora em Educação Tonia Casarin, que focou seus estudos na inteligência emocional e social, e em como desenvolvê-la em adultos, adolescentes e crianças, além de ser autora do livro infantil Tenho Monstros na Barriga (que, em breve, estará disponível na Loja Leiturinha). Confira agora este bate-papo no Podcast PlayKids #8:

Podcast PlayKids #8 Competências socioemocionais: como preparar os pequenos para o século 21

Você também pode gostar de:

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.