Entre os 10 melhores professores do mundo está Débora Garofalo, brasileira, paulista e a primeira sul-americana a chegar entre os 10 finalistas do “Global Teacher Prize”, considerado o Nobel da Educação, que premia práticas que causem impacto na comunidade e melhorem a profissão docente.

Débora é professora de disciplinas relacionadas à tecnologia na EMEF Ary Parreira, em uma região cercada por quatro grandes comunidades na cidade de São Paulo (SP), e teve seu trabalho reconhecido ao inscrever para o prêmio seu projeto: “Robótica com sucata para sustentabilidade”.

Desenvolvido com alunos do 1º ao 9º ano, o projeto incentiva as crianças a tirarem lixos das ruas, sobretudo do lugar onde vivem, e transformá-los. Em três anos, o projeto já retirou uma tonelada de sucata das ruas!

Demais, não é?

Junto com Débora, completam a lista de 10 melhores professores do mundo educadores da Argentina, Austrália, Estados Unidos, Geórgia, Holanda, Índia, Japão, Quênia e Reino Unido. Com diversas experiências na prática docente, todos buscam maneiras de inovar e transformar o mundo por meio da educação!

O vencedor do “Global Teacher Prize” será anunciado 24 de março, em Dubai. Vamos ficar aqui na torcida!

Foto de capa: divulgação.

Leia também: 

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.