As máscaras, em tempos de pandemia, são os principais acessórios para a proteção contra o novo coronavírus. A recomendação mais atual da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que todos, inclusive crianças, usem as máscaras todas as vezes que saírem de suas casas. No entanto, como posso ajudar meu pequeno a usar máscara? Como fazer com que eles utilizem?

Explique o contexto em que estamos vivendo

O primeiro ponto é explicar o motivo pelo qual o uso se faz necessário. É compartilhar com os pequenos, de forma simples e direta, o momento em que estamos vivendo. Não há necessidade de alarmar os pequenos. No entanto, a criança deve compreender que a máscara é uma grande proteção. Analogias podem servir para a ludicidade, dizer, por exemplo que a máscara é a capa para um super-herói ou o escudo para um cavalheiro.

Devemos manter o isolamento social

Lembramos que idealmente, até que as escolas voltem, a principal forma de evitar a contaminação é manter o isolamento social. Ou seja, o ideal é que as crianças não saiam de seus lares, local onde o uso de máscaras não é necessário. 

A partir de qual idade pode usar a máscara?

O uso de máscaras não é recomendado para crianças de até dois anos, pois pode haver risco de sufocamento, segundo a Anvisa. O uso também não é recomendado por pessoas com problemas respiratórios ou inconscientes, incapacitadas ou incapazes de remover a máscara sem assistência. Para essas pessoas, é primordial que mantenham o isolamento social como principal medida de proteção.

Faça combinados e deixe claro as expectativas

Faça combinados antes das saídas de casa. Deixe claro o sequenciamento de atividades que serão feitas ou o tempo que vocês irão demorar para retornar. Reforce as medidas de proteção, como manter a máscara no rostinho, não tocar no tecido, manter distância de pelo menos dois metros das pessoas e lavar as mãos sempre que possível. Se o pequeno seguiu os combinados, reforce-o positivamente. Se ele não seguiu, use o momento para o reforçar a importância do item. É esperado que as crianças retirem as máscaras ao sinal de incômodo. Reconheça o esforço e redobre outras medidas de segurança. 

Mas mais importante, use e abuse de estampas lúdicas e divertidas. Isso facilitará que seu filho veja a máscara como algo divertido de usar. 

Leia mais:

Profile photo of Nathalia Pontes

Mestranda em Psicologia da Educação, Psicopedagoga e Escritora, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação, desenhos, viagens e literatura.