A Geração Alpha nasceu junto com a explosão tecnológica mundial e as crianças dessa geração são até chamadas de “nativas digitais”, por serem bastante familiarizadas com aparelhos tecnológicos, como tablets, videogames, celulares e televisão. Com as novas tecnologias, a possibilidade de criação de plataformas interativas se tornou real – jogos, vídeos, imagens e personagens animados são capazes de ampliar as capacidades visuais, espaciais de memória e atenção dos pequenos. Isso significa que o uso direcionado e supervisionado do digital pode ser muito benéfico na infância. Uma dica para que a utilização desses aparelhos seja plenamente positivo é dosar o tempo de uso, os conteúdos acessados e equilibrar o digital com atividades como brincadeiras ao ar livre e esportes.

A menina da cabeça quadrada – Editora Tibi

a-menina-da-cabeça-quadradaPensando na questão da tecnologia na infância e na preocupação dos pais em incentivar ou evitar esse hábito, a Leiturinha recomenda o livro “A menina da cabeça quadrada”, uma produção independente da autora Emília Nuñez, com ilustrações de Bruna Assis Brasil. Essa obra busca fazer uma conexão entre os brinquedos tecnológicos e interativos dos tempos modernos, às brincadeiras de quintais, muito antigas. Sabemos de todos os aspetos positivos que as mídias digitais nos trazem. No entanto, essa obra nos lembra da importância de valorizar também as brincadeiras clássicas, que são experiências tão relevantes quanto as que trocamos on-line.

Por que recomendamos este livro?

Acreditamos que as brincadeiras tradicionais, ensinadas pelos avós e transmitidas por gerações, possuem uma carga histórica e afetiva, permitindo que os pequenos descubram o ambiente por meio da ludicidade. Quando usamos as novas mídias como uma forma de explorá-las, tudo pode ficar ainda mais interessante. Esta é uma história que nos ensina que a tecnologia pode resgatar e rechear ainda mais as brincadeiras redondas que divertiam nossos pais e avós.

A menina da cabeça quadrada faz parte da seleção de livros que a Leiturinha já enviou no Kit Leiturinha. Para fazer parte do clube, cadastre pelo site www.leiturinha.com.br.

Leia mais:

Profile photo of Leiturinha

Esta matéria foi produzida pela equipe de curadoria da Leiturinha, composta por psicólogas, pedagogas, educadoras e mamães. Elas são especialistas em literatura e desenvolvimento infantil e são responsáveis pela seleção dos livros enviados mensalmente pelo clube.