Alfabetização: aliando o ambiente familiar e a era digital

por | nov 24, 2016 | 1 Comentário

Não é difícil reconhecer que a tecnologia, e principalmente a internet têm ganhado proporções cada vez maiores na rotina das pessoas. Nessa era digital, tudo é encontrado e solucionado na internet, de entretenimento a manuais e dicionários. Enfim, a internet se tornou a base de conhecimento de milhares de pessoas.

Pais de crianças podem não admitir, mas a internet pode ser a solução para as mais variadas ocasiões. É claro que o uso excessivo pode não ser saudável, mas com a conscientização e proximidades da família isso pode ser resolvido.

A grande chave é impor alguns limites e evitar medidas radicais. Grandes profissionais dizem que no crescimento dos filhos duas coisas são primordiais: o amor e os limites – não somente como atitudes separadas, mas também pela junção delas. Isso quer dizer que, ao impor limites, também é necessário cuidado, no sentido de tratar bem, delicadeza, etc.

O processo de alfabetização

Sabia que você, pai, pode ajudar a alfabetizar seu filho? Não é só na escola que a criança é submetida a ensinamentos: dentro de casa, o aprendizado – com amor e carinho – é até mesmo um grande passo para a união familiar.

Seja com um livro para bebê ou um brinquedo interativo, o importante é que a criança entenda a necessidade de aprender a ler.

Para isso, uma boa pedida é criar uma rotina criativa e divertida para a leitura, com uma história infantil ilustrada diferente a cada dia, dado que as ilustrações atraem muito a atenção dos bebês e crianças.

É comum que as crianças se inspirem nos responsáveis ao observá-los agindo de alguma forma ou fazendo qualquer atividade, por isso é essencial introduzir a leitura tanto na vida da criança quanto na própria – assim, pai e filho adquirem conhecimento!

Dentro e fora de casa

Os pais podem introduzir atividades físicas em casa, ao passo que a utilização de dispositivos eletrônicos são boas opções para as crianças fora de casa, seja em uma viagem, no carro, etc.

Uma das grandes vantagens da internet é que nela são encontradas as mais variadas atividades e elas podem ser bem divertidas para os pequenos. Os pais podem alternar entre jogos de entretenimento e jogos educativos, como é o caso do caça-palavras, atividades de memorização, entre outros jogos didáticos.

O importante é reconhecer o grande papel da internet nos dias de hoje, sem deixar de utilizar as ferramentas físicas como o livro – e, claro, muito amor e carinho!

Categorias:
4 - 6 | 7 - 10 | Criança | Escola | Idade | Sem autor
Escrito por oculto
Relacionados
4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

1 Comentário

  1. Avatar

    Acho que há várias atividades complementares na Internet. E esse é o termo correto: complementar. Mais que jogos e vídeos, há canais de culinária, “faça você mesmo”, educativos e até sobre esportes. E tudo isso pode se reverter em atividades de qualidade para interação entre pais e filhos.

    Muito mesmo. Minha filha faz pão comigo e temos uma tarde ótima de diversão. A gente aprendeu a andar de patins com o Youtube, sem contar nos brinquedos que construímos. O ideal é ter uma lista de qualidade de sites e aplicativos.

    Não é o caso de apenas usar joguinhos no celular durante o almoço, porque isso sim pode gerar problemas de convivência. Não se propõe a substituição, como também não acho adequada a limitação do uso dos recursos digitais.

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *