Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.

Paulo Freire   

Educação para um mundo melhor: é preciso uma aldeia para educar uma criança

Educação. Essa palavra está em pauta o tempo todo, principalmente entre pais, mães e educadores. Não raro ouvimos por aí frases como “Precisamos investir mais em educação”, “A educação precisa melhorar”, “Quero que a educação do meu filho seja a melhor”, “Estou preocupado com a educação de nossas crianças”, “Você não tem educação”… Mas afinal, o que significa esta palavra?

Segundo o dicionário, “Educação é o ato de educar, de instruir, é polidez, disciplinamento. No seu sentido mais amplo, educação significa o meio em que os hábitos, costumes e valores de uma comunidade são transferidos de uma geração para a geração seguinte”.

De uma maneira geral, a educação é o processo de formação integral de todo e qualquer ser humano, estando intimamente relacionada à cultura em que se está inserido. Ou seja, educar tem a ver com mediar e guiar os seres humanos desde o nascimento para o mundo, não se limitando aos muros da escola.

Pelo contrário, a educação e o aprendizado estão por toda parte, sendo uma responsabilidade da sociedade como um todo. Afinal, a educação se relaciona com conhecimentos técnicos, valores morais, desenvolvimento científico e cultural e princípios de convívio social. Resumindo: a educação é o cerne da formação e do desenvolvimento da pessoa humana e de sua vivência na sociedade. E, assim, fica nítida a importância da educação para um mundo melhor.

5 provas de que a educação é a base para um mundo melhor

Aprender a ler está diretamente relacionado a aprender a viver, se relacionar, conhecer, compreender, criar, argumentar, dialogar, refletir, analisar dados, raciocinar, inferir, fazer uso das tecnologias, dominar as linguagens, as artes, construir possibilidades de solução diante dos problemas, além de aprender a interagir com pessoas de modo ético e colaborativo, saber se cuidar e cuidar do outro e do ambiente em que vivemos.
“Por uma escola que forma leitores” – Tereza Perez e Patrícia Diaz

Mas, na prática, como é possível perceber a importância da educação para os indivíduos, para a sociedade e para a construção de um mundo melhor? Afinal, o que a educação pode fazer por nós?

1. Leitura de mundo mais ampla e crítica.

A educação, quando integral, pode ter um papel fundamental na ampliação e apuração da compreensão e da leitura de mundo, tornando-nos mais críticos e conscientes, seja em questões individuais (controle das emoções, autoconhecimento) ou sociais (respeito às diferenças, cooperação e solidariedade).

2. Redução da desigualdade social.

O acesso à educação possibilita maiores oportunidades de emprego e melhoria na qualidade de vida, o que colabora com a luta contra a pobreza e a redução das desigualdades sociais.

3. Conscientização e proteção do Meio Ambiente.

Quando temos acesso à informação, nos tornamos mais conscientes em relação aos impactos de nossas ações sobre a natureza e sobre a importância de preservá-la. Isso está diretamente relacionado com ações mais sustentáveis em nosso dia a dia, por exemplo.

4. Diminuição da violência.

Quando reduz-se as desigualdades sociais e há acesso à educação e à cultura, amplia-se a visão de mundo e melhora-se a qualidade de vida. Isso tudo impacta positivamente na redução da violência.

5. Acesso aos direitos e promoção da liberdade.

O acesso à educação, colabora com a conscientização e o empoderamento das pessoas em relação aos direitos que lhes são garantidos por lei.

E para você? Em que a educação pode colaborar para a formação de pessoas melhores e, consequentemente, de um mundo melhor? Comente aqui!

Leia também:

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.