Você não precisa ir com frequência à praia, rios ou piscinas para começar a pensar em matricular seu pequeno em aulas de natação. Desenvolver noções mesmo que básicas de como nadar, muitas vezes é uma segurança extra. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que as aulas comecem só a partir dos 6 meses de idade. Depois disso, você pode pensar em escolas e clubes que ensinam natação para crianças e para incentivar, listamos aqui alguns benefícios da natação infantil. Confira:

5 benefícios que as aulas de natação trazem para os pequenos

1. Reforço do sistema imunológico

Praticar qualquer atividade física já potencializa mecanismos de defesa do corpo, diminuindo o risco de se contrair doenças. Mas, além disso, a natação é um esporte bastante indicado para crianças com problemas respiratórios já que ali a criança aprende a fazer uma respiração correta.

2. Estimula a coordenação motora

A prática da atividade na infância vai estimular o desenvolvimento de importantes habilidades para criança, como flexibilidade, agilidade, resistência e força. Um estudo feito pela Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia acompanhou bebês que nadavam já desde os 7 meses até 2 anos e outros bebês que não praticavam natação. Depois, avaliaram essas crianças de novo aos 5 anos e o resultado foi que o grupo de bebês que praticavam natação se saiu melhor na avaliação motora.

3. Combate à obesidade infantil

Praticar atividades físicas é essencial para crianças e adultos. E a natação entra na lista de esportes de alto consumo calórico e, mais, não é um esporte considerado de alto impacto, o que diminui as chances de lesões ou problemas associados.

4. Diminui o estresse

As atividades e brincadeiras feitas durante as aulas de natação costumam ser bastante lúdicas para as crianças. Em uma aula, ela pode aprender a segurar o fôlego embaixo da água enquanto é estimulada a brincar de faz de conta, por exemplo. Por isso, ao longo das aulas muitas crianças ficam mais tranquilas.

5. Segurança

No Brasil, os afogamentos são a segunda maior causa de morte entre crianças de 0 a 14 anos. Um número assustador para os pais! Por isso, uma das recomendações da ONG Criança Segura é que as crianças aprendam a nadar com instrutores qualificados ou em escolas de natação. E se os pais ou responsáveis também não souberem nadar, devem aprender. Mas, mesmo que seu pequeno saiba nadar, a atenção perto de piscinas, lagos, rios ou mar deve ser sempre constante! Nunca deixe a criança sozinha perto da água.

Leia também:

Profile photo of Ariane Donegati

Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.