Boa parte das pessoas provavelmente ressignificou as suas relações com seu lar durante o período de pandemia. Aquelas pessoas que estão em casa 100% do tempo agora, já devem ter percebido como a desorganização cresce quando não saímos de casa. E como acaba sendo bem mais difícil manter a casa bem arrumada. O pior e mais impactante do que a bagunça crescendo, é o incômodo com ela (que muitas vezes não existia) aumentando.

Acabam se tornando distrações bem diferentes…

De repente, a louça para lavar, a pia do banheiro suja, ou o lixo dentro de casa tomam a sua mente e começam a competir com as outras atividades. Então você se pega, durante uma reunião de trabalho pensando que precisa varrer a sala ou tirar o lixo. Pensamentos esses, que jamais invadiriam a sua mente durante o expediente no escritório. De fato, as tarefas domésticas são distrações em potencial. Mais que isso, existem diversos estudos que associam a organização com taxas elevadas de bem-estar. A desorganização então, como um convite para desconcentração e até mesmo desavenças entre pais e filhos e cônjuges. 

Interfere até na alimentação!

O estudo de Corapci e Wachs, “Does parental mood or efficacy mediate the influence of environmental chaos upon parenting behavior?” traça paralelos entre a desorganização do ambiente e o humor parental. Já o estudo “Clutter, Chaos, and Overconsumption: The Role of Mind-Set in Stressful and Chaotic Food Environments”, ressalta paralelos entre a desorganização e o impulso de fazer lanchinhos gordurosos ao longo do dia. 

Pensando nisso, manter a casa bem arrumada pode ser um convite para mais felicidade, satisfação e até mesmo uma dieta saudável. Assim, reunimos algumas dicas de organização, que podem ajudar muito a manter a casa organizada.

1. 15 minutos todos os dias

Dedique 15 minutos todos os dias, preferencialmente pela manhã, ou antes das suas tarefas obrigatórias para a limpeza geral do ambiente. Dê uma varridinha no chão da sala, lave a louça ou tire o lixo da cozinha.

2. Arrume a sua cama

Todos os dias, mantenha o hábito de arrumar a sua cama logo após se levantar. Você perceberá que o quarto ganhará outro ar, e a hora de dormir ficará ainda mais gostosa.

3. Envolva as crianças nas tarefas domésticas

Manter o ambiente limpo e organizado é tarefa de todos os moradores da casa. Faça com que as crianças percebam que a colaboração delas, além de ser importante para que ninguém fique sobrecarregado, ainda ajuda no cultivo da responsabilidade e da solidariedade.

4. Cada coisa em seu lugar

Estipule lugares específicos para as coisas, e tente colocá-las sempre em seus devidos lugares. Isso te ajudará na organização e também na localização de objetos. Afinal, procurar por objetos como chaves ou chinelos pode ser bastante estressante.

5. Sempre preparado para visitas!

Se uma pessoa te visitasse nesse instante, você se sentiria desconfortável? Tente usar esse pensamento como estímulo. Afinal, se a casa é um empecilho para você receber visitas, é sinal de que algo pode e deve mudar. Tente usar esse pensamento como um estímulo para te ajudar a manter o seu lar limpo e organizado.

6. Momento de arrumação

Uma vez por semana, invista um pouco mais de tempo em uma limpeza pesada, ou na organização de um local específico. Aproveite esse momento para doar coisas que não usa mais, e jogar fora alguns acúmulos. Quanto menos coisas no ambiente, mais fácil limpar e organizar.

7. Brincou, guardou

Converse com os pequenos sobre recolher os próprios brinquedos. Combinados e rotinas podem te ajudar nesse processo. Mesmo que eles não guardem imediatamente os brinquedos no lugar certo, é preferível que usem uma caixa para juntar todos. Depois, é mais fácil de guardar cada peça em seu lugar de origem.

Conta para a gente, como você tem mantido a organização da sua casa?

Leia mais:

Profile photo of Nathalia Pontes

Mestranda em Psicologia da Educação, Psicopedagoga e Escritora, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação, desenhos, viagens e literatura.