Prêmio Reclame Aqui

O verão e as picadas de inseto em crianças

por | dez 17, 2019 | 0 Comentários

Junto com os dias mais quentes, chegam as preocupações com os pequenos. Afinal, além da alergia de calor, o verão também favorece as picadas de insetos em crianças e bebês. Mas por que isso acontece? Como prevenir? E o que fazer quando o pequeno é atacado pelos insetos? 

Por que no verão as picadas de insetos em crianças são mais comuns?

São dois os fatores que favorecem as picadas de insetos durante o verão. Primeiramente, nesse período ocorrem mais chuvas. O que faz com que o acúmulo de água estimule o desenvolvimento das larvas dos insetos, aumentando o número de criadouros de mosquitos e pernilongos. Além disso, o intenso calor faz com que usemos roupas mais leves. Os bebês e as crianças ficam com a pele mais exposta, brincando mais ao ar livre e, portanto, mais vulneráveis às picadas de insetos.

A faixa etária mais atingida é entre 2 a 10 anos, embora os bebês possam ser acometidos também.

O verão no Brasil tem a característica de ter muitos insetos e diferentes tipos de mosquitos. Por isso, é inevitável que a picada de inseto aconteça em algum momento da vida. A boa notícia é que essas picadas raramente desenvolvem reações graves ou complicações.

No local da picada pode aparecer uma manchinha vermelha ou já formar uma pápula (uma bolinha vermelha), com elevação da pele. Esta lesão coça bastante e pode até atrapalhar o sono da criança. O rosto, os antebraços e as pernas são as áreas mais expostas aos mosquitos e, por isso, são os locais mais vulneráveis.

Existem crianças que são alérgicas à picada de insetosNestes casos, o pediatra orientará a família sobre a necessidade de usar algum medicamento tópico, ou se necessário anti-alérgicos, caso aconteça da criança ser picada.

O que fazer quando a criança for picada?

– Lavar o local com água e sabonete.

– Colocar uma compressa gelada no local. Não colocar o gelo direto na pele, é importante sempre embrulhar o gelo em uma toalha.

– Evitar que a criança coce o local. Ao coçar, podem abrir pequenas fendas na pele e, através das unhas, podem entrar bactérias por essas fendas. Além de contaminação com formação de pus e crostas amareladas. Se isso acontecer é necessário buscar ajuda de um médico.

– Manter as unhas cortadas e limpas.

Se aparecer vermelhidão importante e inchaço no local da picada, é importante passar por avaliação médica, para ver se não há necessidade de medicamentos.

Como prevenir as picadas de insetos em crianças?

– Coloque telas nas janelas ou feche-as antes das cinco da tarde, para que os insetos não entrem.

– Coloque mosquiteiro de tecido fino sobre a cama da criança.

– Quando a criança for brincar ao ar livre, vista-a com roupas finas, mas de mangas compridas e com punhos fechados para cobrir braços e pernas.

– Elimine os formigueiros do quintal ou, se isso não for possível, vista a criança com calçados fechados.

– Os repelentes podem ser usados, com indicação do pediatra, a partir dos 6 meses de vida.

– Elimine as pulgas dos cães e gatos, pois elas também podem picar os seres humanos.  

O uso de vitaminas para a prevenção

Acredita-se que o uso da Vitamina B1, a Tiamina, por via oral, pode ser benéfica para algumas crianças. Pois ao ser ingerida é liberada pelo suor e o odor do suor pode atuar como repelente para alguns insetos. Contudo, não existem estudos científicos que comprovem essa tese e o tema ainda é bastante controverso. Portanto, somente o Pediatra deve prescrever se achar benéfico para a criança.

Use as medidas preventivas e não deixe de curtir o verão ao ar livre com as crianças!

Leia também: 

Escrito por Elisabeth Amstalden
Médica Pediatra e Sanitarista, com formação em Terapia Comunitária, Psicanálise e PNL a fim de esclarecer sobre alguns assuntos do mundo da infância. * Elisabeth é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Leitura para bebês: 9 dicas para ler histórias para seu pequenino

Leitura para bebês: 9 dicas para ler histórias para seu pequenino

Quem tem um bebê em casa sabe que, às vezes, a rotina pode ser uma loucura! Entre os momentos de brincadeira, sono, alimentação, higiene e passeios, pode ser muito difícil encontrar um tempo para ler um livro com os pequenos ou pequenas. E nem sempre eles estão...

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

Lidar com as birras da sua criança: Um dos desafios mais marcantes da vida de qualquer tutor. Mesmo que você não seja mãe ou pai, certamente já deve ter presenciado um momento como esse: a criança começa a chorar e em poucos minutos já está gritando, esperneando e se...

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Afinal, como lidar com meu filho pré-adolescente? Sabemos que quando você pisca, seu filho ou filha já está na pré-adolescência. Podem surgir, então, acordos não cumpridos. Eles parecem mais irritados e tendem a reclamar de tudo, não é mesmo? Pois tenha calma. É sim...

Leitura para bebês: 9 dicas para ler histórias para seu pequenino

Leitura para bebês: 9 dicas para ler histórias para seu pequenino

Quem tem um bebê em casa sabe que, às vezes, a rotina pode ser uma loucura! Entre os momentos de brincadeira, sono, alimentação, higiene e passeios, pode ser muito difícil encontrar um tempo para ler um livro com os pequenos ou pequenas. E nem sempre eles estão...

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

8 coisas que você precisa saber para lidar com as birras do seu filho

Lidar com as birras da sua criança: Um dos desafios mais marcantes da vida de qualquer tutor. Mesmo que você não seja mãe ou pai, certamente já deve ter presenciado um momento como esse: a criança começa a chorar e em poucos minutos já está gritando, esperneando e se...

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Como lidar com meu filho pré-adolescente?

Afinal, como lidar com meu filho pré-adolescente? Sabemos que quando você pisca, seu filho ou filha já está na pré-adolescência. Podem surgir, então, acordos não cumpridos. Eles parecem mais irritados e tendem a reclamar de tudo, não é mesmo? Pois tenha calma. É sim...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *