Tenho uma criança ciumenta em casa: o que fazer?

por | maio 11, 2020 | 4 Comentários

Você tem uma criança ciumenta em casa? Se você está passando por uma situação parecida, espero que este texto sirva de reflexão e ajuda para você. Que acalente seu coração e ajude a passar por isso. Se não, reflita e esteja preparado por algo que pode vir a passar.. 

Quando eu tinha cinco anos, minha mãe engravidou da minha irmã. Nós morávamos no interior, com meus avós. A notícia da irmã veio da seguinte forma: “Vamos nos mudar, você vai ganhar uma nova casa, um novo pai e uma irmãzinha para brincar com você!”. Tudo isso dito com poucas vírgulas, de um jeito rápido para que não houvesse muito tempo para processar tudo. Foi assim que eu imaginei a minha nova vida: cheia de companheirismo, brincadeiras e risadas com a minha irmã que estava por chegar. 

Então minha mãe ficou doente, durante a gestação mesmo: seis meses de cama. Ela já não podia mais brincar comigo, não me pegava mais no colo, só ficava no quarto em cima da cama, enquanto sua barriga crescia. “A mamãe precisa ficar deitada para sua irmã crescer forte” ela me dizia. Nesse momento, a ideia de ter uma irmã já não parecia mais tão divertida. Eu sentia falta da minha mãe e a culpa, nitidamente, era da minha irmã, que não havia nascido ainda.

Então ela chegou…

Com ela, toda falta de paz, uma mãe mais agitada, que me pedia silêncio o tempo todo, que não brincava mais, que me obrigava a fazer coisas que eu não queria, comer o que eu não gostava. Eu havia perdido minha liberdade e meus sorrisos diários. Ainda por cima, minha irmã não servia para brincar porque só dormia!

Pode parecer um relato bobo e comum, mas foi exatamente assim que me senti quando minha irmã chegou. Passei a chorar mais, brigar mais, bater mais. Minha mãe dizia que eu estava insuportável, que só pensava em mim. Era verdade. Eu tinha seis anos e só pensava em mim, porque é isso que crianças de seis anos costumam fazer. Eu tinha ciúmes dessa nova criança que invadiu minha casa, roubou minha mãe e meu tempo com ela. 

O que fazer quando crianças tem ciúmes? 

Acolher! Quanto mais acusamos ou negamos o que a criança sente, mais confusa deixamos a criança. Sentir ciúmes de irmãos, de amigos com os pais é muito comum. Mas muitas vezes tratamos a criança como se ela não tivesse direito de sentir o que está sentindo. A falta de empatia com o que o outro está vivendo nos leva a rotular, julgar e condenar. 

Aceite que a vida da criança está passando por mudanças. Acolha o que ela está sentindo e crie estratégias que a faça  sentir-se amada, como por exemplo, o dia do filho único. Ter um espaço de tempo só com aquela criança, onde a sua atenção esteja destinada 100% para ela, traz conforto e o sentimento de importância, de sentir-se parte. Quando a criança sente ciúmes, ela está buscando aceitação, sentir-se parte daquela família. 

Crie momentos que sejam compartilhados com toda a família…

Mas também momentos em que a criança possa sentir-se única para a mãe e o pai. Se os filhos já forem maiores e tiverem conflitos, intervenha o menos possível nos seus conflitos. Dê a eles a oportunidade de aprender a resolver sozinhos. Quando for preciso intervir, atue como mediador e não como juiz. Quando nos posicionamos sobre quem está certo ou errado estimulamos o ciúmes entre os irmãos. 

Respire, escute o que a criança tem a dizer. Quando a criança se sente ouvida o ciúmes fica pra trás. 

Leia mais:

Escrito por Gabriela Braun
Consultora educacional, educadora parental e mãe do Rafael. Ajuda mães e pais a lidarem com comportamentos desafiadores dos filhos através da educação consciente. * Gabriela é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Relacionados
Como explicar a depressão para crianças?

Como explicar a depressão para crianças?

Infelizmente, a depressão infantil tem se tornado cada vez mais frequente. Apesar do difícil diagnóstico em muitos dos casos, é importante que os pais e responsáveis estejam atentos ao comportamento das crianças e adolescentes. Afinal, quanto mais cedo for feita a...

Como explicar a depressão para crianças?

Como explicar a depressão para crianças?

Infelizmente, a depressão infantil tem se tornado cada vez mais frequente. Apesar do difícil diagnóstico em muitos dos casos, é importante que os pais e responsáveis estejam atentos ao comportamento das crianças e adolescentes. Afinal, quanto mais cedo for feita a...

A Casa dos Pequenos Cientistas: um livro para fazer ciência

A Casa dos Pequenos Cientistas: um livro para fazer ciência

Que tal conhecer um livro que convida as crianças a fazerem suas próprias experiências científicas? É exatamente o que propõe o livro A Casa dos Pequenos Cientistas! Neste livro, que integra ciência e infância, os pequenos e pequenas serão desafiados a fazer ciência....

4 Comentários

  1. Avatar

    Que ótimo texto , amei ! Vou usar as dicas pois estou passando por algo bem parecido, tive minha segunda filha qdo meu filho tinha 5 anos, hj ele tem 11 e ela 6 anos , porém percebo muito ciúme dele ainda, quer dormir comigo, fala que só dou atenção pra ela, vou usar tdas essas dicas !

    Responder
  2. Avatar

    Minha filha de 3 anos tem ciúmes de mim com o pai. É muito nervosa e gosta de ser contrariada. chora por qualquer coisa. Fala muito errado a entendemos pouco e mandona. Mais apesar do choro e risonha alegre ama cantar. Gostaria de orientação sobre como lidar com ela obg

    Responder
  3. Avatar

    Adorei a dica, mas eu ainda perco a paciência com minha filha que é muito ciumenta e faz muitas birras, tem hora que não sei o que fazer!!!

    Responder
  4. Avatar

    Muito legal.
    Minha filha tem muito ciumes de mim, ela é filha única. Mas tem ciúmes das minhas amigas, dos primos, se os primos vierem a briga é grande.
    Ela briga, chora, grita, bate. Depois chora arrependida.
    Quando os primos vão embora ela é outra criança

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *