Aniversário da Leiturinha, os melhores descontos pra incentivar a leitura infantil. Vem pro Clube! Assine agora

6 dicas para melhorar a memória auditiva das crianças

por | ago 23, 2018 | 0 Comentários

Memória auditiva é a capacidade de aprender ouvindo. E dá pra imaginar o quanto ela é importante para a criança, que já reage a estímulos auditivos na vigésima semana de gestação. Um déficit de memória auditiva pode resultar em problemas na fala, em um vocabulário limitado e no desempenho abaixo do esperado quando for a hora de ler e escrever.

E não estamos falando de déficit de audição. Crianças com déficit de memória auditiva escutam muito bem, mas costumam ser distraídas e ter dificuldade em se concentrar. Além disso, podem apresentar dificuldade em: seguir instruções com mais de dois comandos, formar palavras, guardar e relacionar informações faladas ou escritas, lembrar o que leram depois de alguns parágrafos…

Treinar a atenção aos sons, a discriminação auditiva e o sequenciamento de sons ajuda a tornar a memória auditiva mais eficiente. E treinar a memória auditiva reduz as chances de problemas de fala e aprendizado relacionados à questão. Como fazer isso? “Quanto mais lúdico, ou seja, quanto mais sentido aquela atividade fizer para a criança, mais fácil vai ser para ela memorizar. Toda contação de história, leitura de poemas, historinha com rimas, música cantada ou brincadeira que envolva ritmo e palavra vai ajudar, tanto na memória auditiva quanto em outras questões da linguagem”, explica a fonoaudióloga Anne Surian. Ou seja, brincadeiras simples, podem fazer muita diferença!

Nós levamos o desenvolvimento infantil a sério, e – com a ajuda da especialista – selecionamos algumas atividades divertidas, que podem ser feitas diariamente, e que exercitam essa memória!

*Elas são indicadas para crianças de 3 a 6 anos, mas podem ser feitas por crianças maiores, desde que se aumente o número de palavras na brincadeira.

Confira 6 dicas para melhorar a memória auditiva das crianças:

1. Viagem em pensamento

Peça para a criança fechar os olhos, pensar em um lugar para onde gostaria de viajar e escolher um objeto para levar. Pergunte o lugar e o objeto escolhido. Forme uma frase, repetindo o item e acrescentando um novo. Ex: vou para a fazenda levar meu ursinho de pelúcia e meu cachecol. A criança deverá dar continuidade, acrescentando outro item. A atividade continua até que alguém esqueça de um item ou confunda a sequência.

2. Que som é esse?

Pegue objetos que façam sons variados (folha de papel, chocalho, zíper, apito, etc), fale para a criança fechar os olhos e faça algum som. A criança tem que adivinhar. Depois, faça sons diferentes em sequência para a criança dizer quais foram e na ordem em que foram reproduzidos. Comece com dois sons e vá aumentando. Palmas e assobio também podem.

3 . O que está faltando?

Faz a mesma coisa da outra brincadeira, só que agora você vai repetir a sequência omitindo um dos sons tocados na primeira vez. Peça à criança para identificar o som que está faltando. Pode aumentar o número de sons conforme for ficando fácil para a criança.

4 . Palavras malucas

Fale palavras malucas que não existam e peça para a criança repetir uma de cada vez. Ela tem que prestar muita atenção na sequência do som da palavra para memorizar e repetir!

5. Era uma vez, um audiolivro!

Ao invés de livros impressos, tente oferecer para a criança opções de histórias em áudio. A concentração exclusiva na audição (sem vídeo) é um ótimo treino desde muito cedo.

6. Música também!

Se a concentração da criança estiver parecendo “falha”, tente usar música. Sons que tenham palavras cantadas ajudam muito nesse treino de memória auditiva. Toda vez que a gente une ritmo a palavras, a gente ajuda a criança a memorizar e aprender mais fácil.

Leia também:

Escrito por oculto
E-book exclusivo Leiturinha
Relacionados
Pesadelo e terror noturno infantil: o que fazer em cada caso?

Pesadelo e terror noturno infantil: o que fazer em cada caso?

Imagine a seguinte situação: de repente, seu pequeno ou pequena começa a gritar durante a noite, transpirando e se debatendo. O que você faria? 😟 É comum que, diante de um caso de pesadelo ou terror noturno infantil, os adultos fiquem bastante preocupados e até...

Como criar pequenos artistas?

Como criar pequenos artistas?

Ter liberdade, espaço e autonomia para desenvolver a imaginação, a fantasia e, sobretudo, a criatividade é bastante importante para os pequenos e pequenas. E saber como criar pequenos artistas ajuda os adultos a incentivarem essas competências desde a infância! Quer...

A importância do contato com a natureza para as crianças

A importância do contato com a natureza para as crianças

Cuidar das plantas e das flores, respirar ar puro, tomar banho de chuva e brincar na terra são hábitos muito saudáveis! 🌱 Afinal, o contato com a natureza é muito importante para o desenvolvimento dos pequenos e pequenas. Por isso, essas atividades devem ser...

Pesadelo e terror noturno infantil: o que fazer em cada caso?

Pesadelo e terror noturno infantil: o que fazer em cada caso?

Imagine a seguinte situação: de repente, seu pequeno ou pequena começa a gritar durante a noite, transpirando e se debatendo. O que você faria? 😟 É comum que, diante de um caso de pesadelo ou terror noturno infantil, os adultos fiquem bastante preocupados e até...

Como criar pequenos artistas?

Como criar pequenos artistas?

Ter liberdade, espaço e autonomia para desenvolver a imaginação, a fantasia e, sobretudo, a criatividade é bastante importante para os pequenos e pequenas. E saber como criar pequenos artistas ajuda os adultos a incentivarem essas competências desde a infância! Quer...

A importância do contato com a natureza para as crianças

A importância do contato com a natureza para as crianças

Cuidar das plantas e das flores, respirar ar puro, tomar banho de chuva e brincar na terra são hábitos muito saudáveis! 🌱 Afinal, o contato com a natureza é muito importante para o desenvolvimento dos pequenos e pequenas. Por isso, essas atividades devem ser...

Até quando as crianças devem acreditar no Coelhinho da Páscoa?

Até quando as crianças devem acreditar no Coelhinho da Páscoa?

Participar do universo fantasioso dos pequenos e pequenas é mesmo uma delícia! Nesse sentido, a Páscoa pode ser um momento bastante especial para estimular o pensamento inventivo das crianças. Afinal, as idealizações que permeiam as datas comemorativas são importantes...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boa leitura!