Prêmio Reclame Aqui

Entenda as famosas dores de crescimento nas crianças

por | out 3, 2019 | 1 Comentário

Seu pequeno já se queixou de dores atrás das coxas, joelhos e panturrilhas sem motivos aparentes? As temidas e famosas dores de crescimento nas crianças chegam e provocam aquela choradeira… Mas, afinal, o que são essas dores e como tratá-las? 

O que são as dores de crescimento nas crianças?

O termo dor de crescimento existe desde 1823 e se refere a uma entidade clínica benigna, que não tem nenhuma relação com a fase de crescimento ósseo. Também é conhecida como Dor Óssea Recorrente Benigna e pode ser encontrada em cerca de 10% a 20% das crianças. Consiste em episódios passageiros e benignos de dor nos membros inferiores e a sua causa é desconhecida. 

Como se comporta a dor de crescimento?

As dores de crescimento nas crianças acontecem na faixa etária entre dois e 14 anos, aparecendo preferencialmente no final do dia e à noite, ou mais raramente durante a madrugada. Trata-se de uma dor muscular e não articular. Geralmente nos membros inferiores, é normalmente bilateral, na face anterior da coxa, panturrilhas e atrás dos joelhos. Essas dores podem estar relacionadas a atividades físicas e estresse muscular. 

As principais características são que na manhã seguinte a criança já acorda sem a dor e raramente as dores aparecem em dias seguidos. É comum terem um intervalo de dias e, às vezes, até mesmo de uma semana inteira sem dores.

O exame físico da criança apresenta-se normal e não existe nenhum exame laboratorial ou de imagem que apresente alguma alteração, portanto é um diagnóstico essencialmente clínico.

E o mais importante: as dores de crescimento desaparecem espontaneamente na época da puberdade, e não causam nenhuma sequela, deformidade ou problemas ortopédicos.

Quais as dores que preocupam e devem ser investigadas?

– Dores que permanecem no dia seguinte, ao acordar, mesmo após o repouso do sono, ou que pioram com a atividade física.

– Dores com localização precisa em um único ponto e que são persistentes, com inchaço nas articulações e/ou sinais inflamatórios, como calor e/ou vermelhidão no local.

Estes casos precisam de exame clínico com a complementação de exames laboratoriais para chegar a um diagnóstico.

Existe tratamento para as dores de crescimento nas crianças?

Durante as crises, a grande maioria das crianças sente melhora e alívio das dores com massagens nas pernas, usando produtos em creme ou gel de origem fitoterápica. Raramente há a necessidade de medicar com analgésicos ou anti-inflamatórios. A massagem manual e suave, com os pais prestando apoio psicológico e afetivo, é bastante resolutiva. 

Trabalhar o alongamento da musculatura afetada de forma adequada para a idade e evitar atividades de impacto também contribuem com a diminuição da frequência e da intensidade das dores.

É muito importante que a família compreenda que trata-se de uma entidade benigna e que desaparecerá espontaneamente no final da infância. Pois o grau de ansiedade dos familiares pode contribuir para piorar o estresse da criança.

Leia também: 

Escrito por Elisabeth Amstalden
Médica Pediatra e Sanitarista, com formação em Terapia Comunitária, Psicanálise e PNL a fim de esclarecer sobre alguns assuntos do mundo da infância. * Elisabeth é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

1 Comentário

  1. Sheila Natali do Nascimento de Campos Souto

    Adorei o texto. Tirou um peso de mim. Minha filha, agora com sete anos, de vez em quando se queixa de dores nas pernas, tal como fala no texto, e é sempre de noite. De manhã já está bem e brinca e corre e pula o dia todo. Normalmente pego um creme corporal e digo que vou colocar um remedinho, daí massageio, e ela se acalma e logo dorme. Agora fico mais tranquila. Me lembro de ter essas dores também… rsrsrs

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *