Livros para crianças: como fazer a escolha mais assertiva?

Já falamos aqui no Blog sobre a importância de ler para os pequenos e sobre como a literatura é atemporal, embora alguns livros sejam mais efetivos quando adequados a faixas etárias específicas (por exemplo: livros sensoriais para bebês, livros com histórias curtas e simples para crianças em processo de alfabetização, entre outros).

Quando tratamos da seleção/escolha de livros mais assertivos para as crianças, é preciso distinguir duas questões. Em primeiro lugar, é importante considerar que há livros e materiais mais adequados para cada etapa do desenvolvimento, que podem favorecer o processo de aprendizagem dos pequenos, de acordo com o que eles estão passando ou desenvolvendo naquela fase. Por outro lado, há livros que, a princípio, não têm uma função educativa, são criados para serem lidos e degustados por curiosos olhos. Livros aleatórios… Aqueles que não saem da sua estante ou aqueles esquecidos dentro do armário. Livros destinados àqueles que se interessam por eles. Ambos são igualmente importantes de serem apresentados aos pequenos ao longo de suas vidas.

Gato Preto, Gata Branca: a importância das narrativas para os bebês

Entre os títulos selecionados pela Equipe de Curadoria da Leiturinha, está o livro Gato Preto, Gata Branca, da Editora Carochinha. Esta obra, destinada aos pequenos leitores bem bebezinhos, une esses dois importantes aspectos: material e narrativa. Por um lado, ele traz o contraste, elemento sensorial altamente atrativo e estimulante para os bebês. Por outro, apresenta uma história mais extensa, em um material que remete aos livros mais tradicionais, em brochura, que, à princípio, seriam dedicados às crianças mais velhas.

Nesta obra, Gato Preto é todo preto e só sai de dia; Gata Branca, toda branca, só sai a noite. Um dia eles se encontram e cada um percebe a beleza que há no oposto. Neste livro, a diferença de cada um é reverenciada como sua riqueza e os dois se completam e aprendem um com o outro. Uma bela narrativa, com ilustrações simples que agradam e estimulam a visão dos bebês, ainda em desenvolvimento.

Por que a Curadoria da Leiturinha recomenda este título?

gato preto gata branca

Nós, da Equipe de Curadoria, selecionamos esta obra por acreditar que os bebês também precisam ter acesso e contato com conteúdos mais longos e histórias com começo, meio e fim, de modo que sejam introduzidos às pequenas narrativas, desde cedo. Além disso, as palavras que sempre se repetem neste título (gato preto, gata branca) geram familiaridade aos ouvidos dos pequeninos, passando a ser reconhecidas por eles.

Portanto, leiam! Leiam. Leiam livros pequenos e grandes, narrativas curtinhas, livros de imagem, inventem texto onde há ilustrações, parem no meio da leitura, se sentirem necessidade, ou leiam três vezes seguidas! Um livro grande pode ser aproveitado por um bebê, assim como um pequenino pode ser o preferido de um adulto. A literatura tem este poder de não ser de ninguém e de ser de todos ao mesmo tempo!

Leia também: O que é importante na hora de escolher um livro para bebê?

Profile photo of Sarah Helena

Mãe da Cecília, formada em Psicologia, especialista em Filosofia e Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica. Sempre trabalhou com famílias, especialmente com os pequenos. Por esse amor ao universo afetivo infantil, hoje, na Leiturinha, ela colabora fortalecendo o vínculo das famílias leitoras através da experiência da literatura.