Garena Free Fire é um dos jogos mais populares de 2019. Com temáticas de exploração, sobrevivência e procura de armas, o jogo vem se popularizando, e hoje é o App que mais gera receita no Brasil. É também um dos jogos que mais caiu no gosto do brasileiro, sendo o Brasil o país em que ele é mais popular, segundo dados do App Annie e SensorTower. Mas, afinal, qual a recomendação de idade para jogar Garena Free Fire? 

Como funciona o jogo Garena Free Fire?

Tamanha popularidade no Brasil, provavelmente é pela combinação do gênero do jogo e o bom desempenho do game em diferentes aparelhos celulares e sistemas operacionais, pois consome pouca banda de dados. Excelente para a conexão de internet brasileira, diferentemente do também popular Fortnite, que exige aparelhos com configurações mais robustas para uma boa experiência. 

Para entendermos mais sobre o Garena Free Fire, conversamos com Caio Oliveira, jogador de Free Fire há 2 anos, e de diversos outros jogos desde os sete anos. Para Caio, o principal atrativo do jogo é a interatividade de comunicação em tempo real, possibilidades de formação de times com diferentes tamanhos ou jogos individuais. 

A trama do jogo é sobreviver em uma ilha com no máximo 50 pessoas, onde todos têm o mesmo objetivo, assemelha-se ao filme “Jogos Vorazes”. Em termos de objetivos, e esse é o elemento principal do desafio, Caio, comenta: “Jogar de forma competitiva é o que torna o jogo desafiador, que te faz sempre buscar um nível ou posição melhor do que outros competidores o que não acontece em jogos onde há um fim, desta forma sempre haverá alguém melhor que você para competir. FreeFire te traz adrenalina, de certa forma ansiedade, senso de emergência e te faz tomar decisões rápidas”. 

Além disso, segundo o jogador, “suas partidas rápidas de até 15 minutos permitem ao usuário uma flexibilidade do tempo de jogo. A jogabilidade de Free Fire é simples e oferece modos ranqueados para os jogadores mais competitivos.” Em termos de jogabilidade, principalmente para os iniciantes, o jogo cumpre muito bem sua tarefa, como atribuído por Caio: “Existem algumas mecânicas de jogo que facilitam a gameplay de iniciantes. A mira tem um sistema de trava nos inimigos que facilita o combate, e as armas não possuem calibre.”

Mas, então, qual a recomendação de idade para jogar Garena Free Fire?

Sobre recomendação de idade do jogo, Caio afirma que “um ponto de atenção é o fato de terem várias faixas etárias com comunicação verbal aberta, o que torna possível uma exposição indevida a conteúdo impróprio. Além disso, o jogo apresenta bastante violência, pois ocorrem trocas de tiros e sangue, muitas vezes necessitando curar companheiros feridos”.

Portanto, pode-se afirmar que Garena Free Fire não é indicado para crianças e adolescentes. É um game para maiores de 18 anos, pela violência, pelos gráficos dos personagens e pelo próprio enredo. Um ponto interessante, é que entramos em contato com a equipe do Garena para essa entrevista, mas recebemos a resposta de que a empresa não pode ser associada com conteúdos infantis, devido à violência do jogo. Assim, se seu filho ou filha é ávido jogador, repense, e converse com ele ou ela. Principalmente para guiá-lo(a) para outros jogos com conteúdos mais apropriados para a faixa-etária ou ressignificar alguns contextos e experiências.

Então, pais e educadores, bom jogo para vocês, e crianças, vamos esperar alguns anos, ok?

Leia também: 

Profile photo of Nathalia Pontes

Mestranda em Psicologia da Educação, Psicopedagoga e Escritora, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação, desenhos, viagens e literatura.