Joca e Dado: um Original Leiturinha sobre o poder das diferenças

por | mar 12, 2021 | 0 Comentários

No mês em que celebramos o Dia Internacional da síndrome de Down (21 de março), os pequenos e pequenas leitoras serão apresentados a uma nova obra Original Leiturinha, que é um verdadeiro convite à inclusão! Estamos falando do livro infantil Joca e Dado: uma amizade diferente, escrito por Henri Zylberstajn e ilustrado pelos profissionais do estúdio La Casa de Carlota. E para você conhecer um pouco mais sobre esse livro tão especial, convidamos seus criadores para uma entrevista exclusiva. Acompanhe!

O livro Joca e Dado já está disponível também na Loja Leiturinha! Clique aqui para acessar o site e saber mais sobre esse livro-convite à conexão, à inclusão e ao respeito às diferenças.

Joca e Dado: uma amizade diferente

Capa oficial do livro Joca e Dado: uma amizade diferente

O livro Joca e Dado, escrito por Henri Zylberstajn, conta a história de dois grandes amigos. A princípio, pode parecer que esses dois personagens não têm muito em comum, já que possuem características muito diferentes. No entanto, o que os une é o respeito, a admiração e a vontade de aprender! Assim, por meio da leitura, entendemos que as diferenças são muito importantes. Afinal, elas nos permitem trocar experiências. Ou seja, ensinamos o que sabemos e aprendemos sobre o que ainda não conhecemos.

Além de falar sobre a importância do convívio com a diversidade desde a infância, de forma bastante lúdica, o livro Joca e Dado foi elaborado por uma equipe extremamente capacitada em educação inclusiva e as ilustrações foram feitas por pessoas com deficiência intelectual, que trabalham na equipe da agência La Casa de Carlota. Nesse sentido, para além de abordar a inclusão, o próprio livro foi também construído de forma inclusiva e plural. Por fim, parte das vendas do livro Joca e Dado será revertida em prol do Instituto Serendipidade, que atua com a inclusão de pessoas com deficiência intelectual.

Quer saber mais sobre o processo de construção de Joca e Dado? Então, confira as entrevistas a seguir!

Entrevista com Henri Zylberstajn

Henri Zylberstajn é empresário e empreendedor social. É casado com a Marina, com quem tem três filhos: Nina, Felipe (Lipe) e Pedro (Pepo) – o caçula, que nasceu em 2018 com síndrome de Down. A partir de então, ele e sua família se engajaram na causa de pessoas com necessidades diferenciadas. É fundador do Instituto Serendipidade, ONG que atua com inclusão de pessoas com deficiência intelectual, sobretudo na defesa dos benefícios que a coexistência inclusiva oferece a todos que com ela se envolvem. É voluntário do Instituto Jô Clemente (antiga Apae-SP) e fundador da Escola de Impacto – iniciativa que estimula o empreendedorismo social entre jovens brasileiros.

Então, que tal descobrir as inspirações do autor para a mensagem do livro Joca e Dado? Veja agora mesmo!

Blog Leiturinha: Joca e Dado são personagens cativantes, que nos fazem pensar nos diversos Jocas e Dados que existem no mundo. Qual foi sua inspiração para criar no mundo da literatura esses dois grandes amigos?

Henri: A inspiração foi a relação entre meus filhos sem deficiência, Felipe e Nina, e o Pedro, que tem síndrome de Down. Cada um tem sua individualidade e essas diferentes individualidades, essa diversidade, gera benefícios para os três. A ideia do Joca e do Dado é apresentar personagens que ilustram crianças com necessidades diferenciadas (independente de quais sejam elas) que convivem, que coexistem e, como consequência, proporcionam uma troca. 

Blog Leiturinha: Como foi o processo de dar vida a essa dupla inspiradora?

Henri: Joca e Dado são nomes de amigos da Nina e do Lipe, que me ajudaram a validar a história e que representam crianças que convivem com o Pepo, trocam vivências e se beneficiam dessa coexistência inclusiva. Cada um é de um jeito e a beleza do mundo reside justamente nessas individualidades, nessa pluralidade. Nossa filha, Nina, com pouco mais de 8 meses de convívio com o irmão mais novo, externalizou isso. E eu pensei: a gente precisa reverberar isso. Reverberar não só a mensagem, mas a forma como a mensagem é passada, com naturalidade, com espontaneidade e verdade. 

Blog Leiturinha: Um dos grandes aprendizados possibilitados pelo livro é que “as diferenças nos ajudam a trocar experiências. Permitem ensinar o que sabemos e a aprender com os outros as muitas coisas que ainda não conhecemos”. O que você diria às crianças e suas famílias sobre o poder de abraçar a diferença?

Henri: A diversidade é uma plataforma muito potente de aprendizado em diversos campos, tanto em termos técnicos quanto em termos socioemocionais. A diversidade reflete a natureza da nossa sociedade. A nossa sociedade é diversa. A gente está falando, no Brasil, de quase 25% da população com algum tipo de deficiência, pelo que se declarou no último censo do IBGE. Existem vários padrões. Você pode enxergar o mundo através de várias perspectivas. A diversidade é a liberdade que as pessoas têm de viver como elas são ou como elas querem ser. É muito potente.

Entrevista com La Casa de Carlota

Responsável pelo projeto gráfico e ilustrações, o estúdio de design La Casa de Carlota & Friends nasce na Espanha com a proposta de reinventar nosso olhar para a criatividade e a diversidade. A partir de uma mistura nada convencional de talentos, conta com uma equipe formada por profissionais de design, ilustradores, artistas e criativos com deficiência intelectual para criar soluções de design verdadeiramente frescas. Acreditando, assim, que as diferenças apenas multiplicam o potencial criativo de cada um, o estúdio vem se consolidando como referência nacional e internacional.

E você, ficou com vontade de também conhecer o pessoal de La Casa de Carlota? Então, acompanhe o que eles contaram para nós!

Blog Leiturinha: Para vocês, como foi receber um projeto com uma mensagem tão importante e transformá-lo em um livro que atinge crianças e famílias inteiras ao redor do Brasil?

La Casa de Carlota: Poder fazer parte de um projeto com esse tipo de alcance é, sem dúvida, uma grande oportunidade. Não apenas por podermos compartilhar nosso trabalho com tantas e tantas famílias. Mas, principalmente, por mostrar na prática que a diversidade de talentos e a inclusão no mercado do trabalho são indispensáveis para uma entrega criativa verdadeiramente nova e fresca. Aqui da La Casa de Carlota, ler e ressignificar histórias é o nosso desafio favorito e acompanhar como Joca e Dado ressoou em cada uma das pessoas da nossa equipe foi uma experiência muito rica. O poder das diferenças, mensagem principal do livro, trata exatamente do por quê a La Casa de Carlota existe. E o nosso trabalho dialoga com essa ideia desde que o escritório abriu as portas, uma vez que acreditamos fortemente que as diferenças apenas multiplicam o potencial criativo de cada um.

Blog Leiturinha: Muito da conexão do leitor com Joca e Dado se deve à ilustração feita por La Casa de Carlota. Como foi o processo criativo dessa dupla e do universo da história?

La Casa de Carlota: Na hora de desenhar as estratégias de criação para o livro Joca e Dado nos baseamos muito no que esse livro traz como mensagem, evitando escolhas sem propósito. Se o texto discute o poder das diferenças, as técnicas ilustrativas não poderiam ir por outro caminho. Apostamos, então, em fazer uma boa mistura entre os recursos que normalmente usamos, como giz de cera, papel cortado, tinta, canetinha. E, assim, pudemos usar das ilustrações para reforçar o que as palavras também estão dizendo. 

Além disso, para além do que decidimos previamente, muitos insights de criação normalmente aparecem conforme vamos ilustrando em grupo. No caso do livro, por exemplo, em uma primeira leitura com os criativos, o personagem Dado foi entendido como o objeto dado e não como uma pessoa. A partir daí, intervenções gráficas, como o desenho de um dado ao lado do personagem Dado, foram surgindo naturalmente. 

Blog Leiturinha: La Casa de Carlota & Friends é uma empresa reconhecida por ser um estúdio de design que preza pela diversidade intelectual, tendo entre seus colaboradores pessoas com ou sem deficiência intelectual. Como esse fator influenciou na composição do trabalho feito com Joca e Dado?

La Casa de Carlota: Esse fator influencia diretamente nesse e em todos os outros projetos em que atuamos. Isso porque a existência da La Casa de Carlota e a composição da nossa equipe surgem para redesenhar o processo criativo justamente a partir dessa diversidade intelectual. Com isso, todo trabalho traz resultados que surpreendem inclusive a nós e que, muitas vezes, conseguem tirar o fôlego. Além disso, a liberdade de criar e ilustrar um livro infantil foi, para nós, uma grande aventura. Tudo o que fazemos aqui preza pela liberdade de expressão artística e, nesse caso, a utilizamos ao máximo. Ficamos realmente felizes com essa possibilidade e oportunidade!

Que impactante ler os relatos dos criadores do livro Joca e Dado! Que tal se unir à família Leiturinha para receber livros incríveis e inspiradores como esse? Então, acesse o site do Clube Leiturinha e descubra o plano ideal para sua família!

E se você gostou e quer levar o livro Joca e Dado para a sua casa, basta acessar o site da Loja Leiturinha! É só clicar aqui.

Leia mais:

Escrito por Jéssica Oliveira
Linguista apaixonada pelo poder da palavra, pela educação em linguagens e pela excelência na produção de livros. É mestre em Estudos da Linguagem, pós-graduanda em Produção Editorial e formada em Letras – português e literaturas. Ama o universo da literatura infanto-juvenil e acredita que ele nos acompanha desde a barriga até nossos cabelos brancos. Atua como curadora na Leiturinha.
Relacionados
Alfabetização infantil: Tem hora certa?

Alfabetização infantil: Tem hora certa?

Toda mãe ou pai de recém nascido vive sonhando com o dia em que as primeiras palavrinhas serão faladas pelo bebê! Mas existe uma diferença entre balbuciar algumas vocalizações e de fato estar com o processo de alfabetização infantil em progresso. Afinal, qual é o...

Biblioteca infantil em casa: Dicas para montar a sua

Biblioteca infantil em casa: Dicas para montar a sua

Casa que tem criança, tem brinquedo. Casa que tem leitor, tem livro. E casa que tem livro tem biblioteca! 📚 Mais do que guardar livros, as bibliotecas são um convite para a leitura. Por isso, construir uma biblioteca infantil em casa é um dos primeiros passos para a...

Filhos desobedientes: Como lidar com a teimosia infantil?

Filhos desobedientes: Como lidar com a teimosia infantil?

Crianças desobedientes: todos nós já presenciamos alguma! Ou, pelo menos, já ouvimos de algum pai ou mãe a clássica queixa: "Meu filho não me obedece!". Mas, afinal de contas, por que os pequenos e pequenas em algum momento começam a dar sinais de desobediência? Como...

Alfabetização infantil: Tem hora certa?

Alfabetização infantil: Tem hora certa?

Toda mãe ou pai de recém nascido vive sonhando com o dia em que as primeiras palavrinhas serão faladas pelo bebê! Mas existe uma diferença entre balbuciar algumas vocalizações e de fato estar com o processo de alfabetização infantil em progresso. Afinal, qual é o...

Biblioteca infantil em casa: Dicas para montar a sua

Biblioteca infantil em casa: Dicas para montar a sua

Casa que tem criança, tem brinquedo. Casa que tem leitor, tem livro. E casa que tem livro tem biblioteca! 📚 Mais do que guardar livros, as bibliotecas são um convite para a leitura. Por isso, construir uma biblioteca infantil em casa é um dos primeiros passos para a...

Filhos desobedientes: Como lidar com a teimosia infantil?

Filhos desobedientes: Como lidar com a teimosia infantil?

Crianças desobedientes: todos nós já presenciamos alguma! Ou, pelo menos, já ouvimos de algum pai ou mãe a clássica queixa: "Meu filho não me obedece!". Mas, afinal de contas, por que os pequenos e pequenas em algum momento começam a dar sinais de desobediência? Como...

Audiolivros Leiturinha: Conheça a novidade!

Audiolivros Leiturinha: Conheça a novidade!

A capacidade criativa faz parte da essência da humanidade. Ano após ano, as invenções e descobertas não param! No mundo dos livros, as coisas não são diferentes, e há algum tempo uma novidade vem agitando o coração dos leitores: os audiolivros. Para quem não conhece,...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *