Os seis meses de vida do bebê chegaram e com eles duas fases muito importantes começam a ser encaminhadas: a introdução alimentar e o nascimento dos dentinhos. Muita gente não sabe, mas essas duas etapas estão totalmente interligadas e uma tem influência direta no nível de incômodo e dores que o pequeno vai sentir na outra.

O nascimento dos dentinhos depende de vários fatores, inclusive existe uma predisposição genética. Por isso, se passarem mais de seis meses e os dentes ainda não tiverem começado a nascer, nem sempre é sinal de que tem algo errado, mas vale a pena consultar um especialista para tirar a dúvida. O que muitas vezes acontece é que se a criança não estimula e não tem porque utilizar esses dentes, o nascimento pode sofrer um atraso.

A relação entre o nascimento dos dentinhos e a introdução alimentar

Geralmente, a primeira dentição do bebê começa aos seis meses de idade e vai até os três aninhos e esse início está diretamente ligado à introdução alimentar. É nessa idade que os pequenos começam a conhecer novas texturas, sabores, temperaturas e gostos diferentes, e quanto maior o estímulo e o contato com novos alimentos, mais tranquilo e fácil será o nascimento dos dentes.

Se o bebê não mastiga e não come alimentos duros e se alimenta só de papinhas pastosas, ele acaba não utilizando a função de mastigar e o corpo não entende que está na hora de estimular o nascimento dos dentinhos. Estimular a gengiva com alimentos que precisam da mastigação, como frutas, brócolis e outros vegetais bem cozidos, facilita muito a erupção dos dentes. Além disso, quando o dente rasga, a gengiva pode inflamar, deixando o bebê irritado, e esses alimentos podem ajudar e tornar esse momento menos doloroso.

Como um profissional pode ajudar?

Muitas vezes, quando os pais procuram uma fonoaudióloga para tratar de dificuldades alimentares, em conjunto com o trabalho da mastigação, começam a nascer vários dentinhos ao mesmo tempo, com o nascimento muito próximo um do outro. Isso acontece porque aqueles dentinhos já estavam prontos para aparecer, mas não havia nenhum estímulo para que isso acontecesse.

No caso de desconfiar que seu pequeno está com atraso no nascimento dos dentinhos, ou que isso tem alguma relação com a introdução alimentar, corra para procurar um especialista. Ele saberá indicar qual o problema e qual a melhor solução!

Leia também:

Profile photo of Flávia Puccini

Fonoaudióloga, mestre em processos e distúrbios da comunicação e especialista em motricidade orofacial. É consultora de amamentação e laserterapeuta. Carinhosamente, contribui com seu conhecimento no Blog, à convite da Leiturinha.