Serendipidade é o ato de descobrir coisas boas por acaso.

A chegada de Pepo: uma felicidade inesperada

Quando Marina e Henri Zylberstajn contavam os dias ansiosos pela chegada de Pedro, seu terceiro filho, mal podiam imaginar o quanto este momento mudaria – para melhor – suas vidas. É que Pepo, como é carinhosamente chamado, foi diagnosticado com Síndrome de Down um dia após do seu nascimento. Pegos de surpresa, os pais decidiram, ali mesmo na maternidade, que a partir daquele momento iriam mergulhar e se engajar na causa das pessoas com deficiência intelectual. Essa decisão não mudou apenas a rotina do casal, mas também a vida de muitas crianças, adolescentes e famílias. Nascia assim, junto com o pequeno Pepo, o embrião que viria a ser o Projeto Serendipidade.

Em primeiro lugar, o casal decidiu criar uma conta no Instagram (@PepoZylber) para compartilhar a nova rotina da família e os aprendizados e desenvolvimento do recém-chegado Pedro. “Esperávamos fazer com que pessoas que não conheciam o assunto passassem a ter algum contato, testemunhando que levávamos uma vida normal e feliz – mais até do que antes da chegada do nosso pequeno. A ideia era quebrar alguns tabus ainda existentes no universo da diversidade”, explica a mãe, Marina Zylberstajn. Em pouco tempo, a conta viralizou, chegando a marca de até 4 milhões de impressões semanais e chamando a atenção de famosos como Marcos Mion, Eliana, Gabriela Pugliesi, Daniella Cicarelli e Mariana Kupfer.

#ProjetoSerendipidade: uma rede de apoio e amor pela inclusão

Além de compartilhar o dia a dia com o pequeno Pepo nas redes, Marina e Henri passaram também a se engajar em diversas iniciativas de apoio a pessoas com deficiência intelectual e conheceram famílias com crianças com Síndrome de Down ou outras deficiências intelectuais que não tinham condições para proporcionar os tratamentos, terapias e estímulos para um desenvolvimento adequado. Foi assim que o casal criou o Projeto Serendipidade, que tem três objetivos principais:

1. Sensibilizar pessoas que não têm contato com a inclusão, de modo a mostrar os benefícios que a convivência inclusiva gera a todos com ela envolvidos.   

2. Mostrar às famílias de pessoas com deficiência e que ainda não “aceitaram” tal situação que inclusão é virtude e não fragilidade   

3. Apoiar financeira e operacionalmente projetos ligados à inclusão.

Serendipidade Evento Digital: Um novo olhar para a inclusão

Agora, o Projeto Serendipidade se prepara para o seu primeiro evento, totalmente voltado para o compartilhamento de experiências e conhecimentos acerca da inclusão de pessoas com deficiência intelectual. Com transmissão ao vivo, o evento acontece no dia 4 de dezembro, das 19h às 21h, e conta com especialistas na causa da inclusão. Saiba mais detalhes sobre o projeto e o evento, acessando: pepozylber.com.br.

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.