5 coisas que os pais fazem e não deveriam se culpar

por | nov 27, 2017 | 0 Comentários

A culpa de mães e pais por sentirem que estão errando com os filhos é quase uma constante. Mas têm coisas que os pais fazem e não deveriam se culpar. São situações que acontecem uma vez ou outra com a maioria dos pais, mas que deixam aquela pontinha de dúvida e culpa. Será que você vai se identificar com alguma delas?

1. Comer doce escondido

Uma alimentação equilibrada e saudável é a rotina da casa, todos jantam direitinho e, de sobremesa, cada um escolhe uma fruta. Logo eles vão dormir e você… Ataca aquele doce que comprou mais cedo e guardou na bolsa. Afinal, mães e pais também merecem suas cotas de guloseimas e sem culpa por não estarem dividindo.

2. Deixar passar um banho

É sexta-feira, você chegou depois de uma longa semana em casa, as crianças estão brincando, vocês conversam, brincam, jantam e elas caem no sono. Você também quer ir deitar, mas lembra que eles não tomaram banho naquele dia… Quem nunca? Pular o banho um dia só não vai deixar o pequeno com problemas de higiene.

3. Trancar a porta do banheiro

A privacidade é um artigo de luxo para muitos pais, especialmente de crianças bem pequenas, e uma simples ida ao banheiro se torna um desafio. Mas a gente também tem nossas necessidades e, às vezes, esses minutinhos sagrados no banheiro com a porta trancada sem as crianças se tornam verdadeiros oásis.

4. Dormir de tarde enquanto eles ficam com os avós

Chega o fim de semana e todos estão animados para passear, fazer compras, brincar e você só consegue pensar em tirar o sono dos justos. Sua mãe te liga perguntando se você não quer passar na casa dela com as crianças. Você, claro, vai para lá, deixa todos felizes brincando e volta para a casa para tirar aquele cochilo. Acontece! Mas, claro, sem usar isso como desculpa para sobrecarregar os avós, só vale quando todos estão felizes e tranquilos com a situação.

5. Pedir para a criança ler uma história

Nós passamos anos e anos lendo para eles antes de dormir. E aí quando eles crescem e começam a ler é você quem pede pra eles contarem a história. “Hoje é a vez do papai de ouvir a história”.  Zero culpa, além de descansar com uma boa história estamos incentivando que nossos pequenos leiam mais!

Leia mais:

Categorias:
0 - 3 | 10+ | 4 - 6 | 7 - 10 | Família | Idade | Parentalidade
Escrito por Ariane Donegati
Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.
Relacionados
Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

Mas, pode? A importância da leitura na primeira infância

Mas, pode? A importância da leitura na primeira infância

Todas as crianças têm o direito de entrar em contato com os mais variados gêneros literários e tipos de livros. É a partir deste encontro que elas poderão desenvolver o gosto genuíno pelos livros. Além de aproveitar integralmente os benefícios que os livros tem as...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *