Ter um irmão é ter a melhor parte da infância guardada em outro coração

por | set 2, 2019 | 1 Comentário

Amor de irmão, só quem tem sabe

Eles são nossos primeiros amigos, são os parceiros de todas as brincadeiras, aventuras e, claro, vez ou outra, das brigas e discussões também. Afinal, nem tudo são flores, não é? Mas, para os sortudos que cultivam um vínculo cheio de afeto, cumplicidade e companheirismo, sabe o quanto é importante o amor de irmão.

Só quem tem irmão/irmã sabe o que é conviver com alguém que nos conhece tão bem e com quem podemos dividir, não só um pai e uma mãe, mas também as tristezas, as roupas, as alegrias, os brinquedos, as responsabilidades, os sucessos e as decepções da vida. Claro que, infelizmente, não é todo mundo que tem o privilégio de ter uma relação boa e próxima com os irmãos, seja porque não moram perto ou por diferenças na forma de viver e ver o mundo. 

Um melhor amigo dentro de casa

Na infância, a chegada de um irmão mais novo pode ser uma surpresa e tanto e a forma como o pequeno vai receber esta notícia e o mais novo membro da família, depende – muito – de como os pais vão lidar com essa situação. Passada a surpresa, o pequeno acaba, aos poucos, percebendo que aquele serzinho pode se tornar um companheiro para toda a vida!

Principalmente, quando os irmãos têm idades próximas, o dia a dia da família vira uma festa, afinal, quem não gostaria de ter um amigo por perto o tempo todo?

Haja brincadeira, passeios, bagunças, muuuuita risada e, como também é de se esperar, uma briguinha ou outra de vez em quando, até porque a convivência também gera atritos. Aliás, quem nunca ouviu aquela clássica frase: “pede desculpas para o seu irmão”? Ou: “essa brincadeira não vai dar certo”? Mas nada que alguns minutos não resolvessem. Logo estavam lá, correndo, pulando e brincando como se a briga nunca tivesse acontecido.

Cumplicidade e companheirismo

Na adolescência, a intimidade e a convivência fazem com que irmãos/irmãs, muitas vezes, se tornem nossos confidentes e cúmplices. Na hora de opinar sobre a melhor roupa para usar naquela festa, para pedir conselhos amorosos, para ser o ombro amigo nos momentos difíceis ou para emprestar aquela blusinha que você tanto adora.

Ainda que os conflitos continuem acontecendo de vez em sempre, e, por vezes você tenha vontade de ficar bem longe do seu irmão,  ele continua sendo o seu maior parceiro em casa, nas viagens e festas em família e, até na escola! Afinal, amor de irmão supera tudo!

Amor de irmão é um vínculo para toda a vida

Os anos vão passando e, quando bem nutrido, este vínculo vai ganhando ainda mais força, tornando nossos irmãos grandes amigos para a vida, com quem podemos contar e dividir problemas e alegrias. Na fase adulta, esta relação ganha um gostinho ainda mais especial com o nascimento dos sobrinhos. Afinal, ser tia/tio é um sentimento maravilhoso e único!

Ver os filhos se tornando grandes amigos, então, é uma emoção indescritível, que aumenta ainda mais os laços da família e fortalece o amor entre os irmãos. É… não há dúvidas, mas ter irmão é ter um grande amigo para a vida toda! <3

E você? Quais as melhores lembranças com seu irmã/irmão? Compartilhe com ele(a) essa homenagem!

Coleção Conversando sobre a Chegada do Irmão

Como preparar o filho para chegada do irmão? Essa coleção de livros infantis é ideal para as famílias que estão passando por essa situação! São dois livros que abordam esta temática de forma muito delicada e com linguagem acessível aos pequenos, facilitando sua identificação com a história.

Para saber mais ou adquirir essa coleção de livros, acesse a Loja Leiturinha!

Categorias:
0 - 3 | 10+ | 4 - 6 | 7 - 10 | Família | Idade | Parentalidade
Escrito por Ana Clara Oliveira
Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.
Relacionados
Como explicar a depressão para crianças?

Como explicar a depressão para crianças?

Infelizmente, a depressão infantil tem se tornado cada vez mais frequente. Apesar do difícil diagnóstico em muitos dos casos, é importante que os pais e responsáveis estejam atentos ao comportamento das crianças e adolescentes. Afinal, quanto mais cedo for feita a...

Como explicar a depressão para crianças?

Como explicar a depressão para crianças?

Infelizmente, a depressão infantil tem se tornado cada vez mais frequente. Apesar do difícil diagnóstico em muitos dos casos, é importante que os pais e responsáveis estejam atentos ao comportamento das crianças e adolescentes. Afinal, quanto mais cedo for feita a...

A Casa dos Pequenos Cientistas: um livro para fazer ciência

A Casa dos Pequenos Cientistas: um livro para fazer ciência

Que tal conhecer um livro que convida as crianças a fazerem suas próprias experiências científicas? É exatamente o que propõe o livro A Casa dos Pequenos Cientistas! Neste livro, que integra ciência e infância, os pequenos e pequenas serão desafiados a fazer ciência....

1 Comentário

  1. Avatar

    Tenho dois filhos e um enteado, o ciúme é tão grande que meu mais velho cuida o do meio bate na mais nova, ele não consegue aceitar que ela é menina e só tem dois aninhos, faz tratamento com psicóloga mais mesmo assim ele implica com a irmã. Não sei o que fazer!

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *