Aniversário da Leiturinha, os melhores descontos pra incentivar a leitura infantil. Vem pro Clube! Assine agora

Como os bebês se comunicam?

por | nov 23, 2020 | 0 Comentários

Você sabia que os bebês aprendem a se comunicar muito antes da primeira palavrinha? Logo cedo, os bebês já são capazes de expressar suas emoções. E, assim, fazem com que os pais ou responsáveis entendam o que querem, se estão com fome ou com sono, por exemplo. Quer saber mais sobre como os bebês se comunicam? Descubra a seguir!

Como os bebês se comunicam

O choro é uma das principais maneiras do bebê se comunicar. Ao chorar, o pequeno mostra quase todos os seus sentimentos, como insatisfação, fome, sede, cansaço, desconforto e dor. E, por incrível que pareça, os cuidadores conseguem entender o que dizem os bebês. Mesmo que nenhuma palavra seja emitida!

O sorriso é também outra forma de se comunicar. Bebês sorriem em resposta a qualquer coisa que os faça se sentir confortáveis, como depois de se alimentar ou ao se aconchegar no colo da mãe, por exemplo. Além disso, expressões faciais de raiva e alegria também costumam ser copiadas e aprendidas pelos bebês. 

Mesmo depois dos 6 meses, quando os pequenos já começam a balbuciar, a comunicação ainda não faz total sentido. No entanto, a entonação e o contexto fazem com que os bebês sejam compreendidos. Aos poucos, o bebê vai criando um repertório de sons, gestos e também de palavras.

Atenção ao desenvolvimento da fala

Cada sonzinho que o pequeno costuma emitir significa alguma coisa. Com o passar do tempo, os pais mais atentos vão ficando craques e já entendem logo de cara o que seu bebê está querendo naquele momento. Esses sons, como gargalhadas e gritinhos, podem ser emitidos em momentos agradáveis e de alegria. E também existem os resmungos, quando os bebês estão desconfortáveis, irritados ou se sentindo contrariados.

Porém, na fase do desenvolvimento da fala, os pais precisam tomar bastante cuidado. Isso porque é importante não tentar adivinhar o que o bebê fala. Ou então fazer todas as vontades do pequeno antes mesmo que ele emita os sons, só por apontar, por exemplo.

Por isso, procure falar todas as palavras, como: “Bola? É a bola que você quer?”. Além disso, incentive que o bebê repita o que você disse. Dessa forma, você nomeia os objetos, demonstra como falar corretamente e ainda incentiva o processo de desenvolvimento da fala.

A importância de ler para o bebê

Aqui no Blog Leiturinha, já falamos bastante sobre a importância de ler para os bebês. Afinal, é até os três anos de idade que os pequenos estão formando suas estruturas cerebrais. E os estímulos dos livros colaboram muito para o seu desenvolvimento nesta fase fundamental.

Além de fortalecer o vínculo afetivo entre os pais e o bebê, o momento de contação de histórias é bastante importante para que os pequenos descubram novas palavras, diferentes sons e aprendam a diferenciar sentimentos, por exemplo. Além disso, a leitura estimula a criatividade, desenvolve a imaginação e muito mais!

Por isso, deite com o seu bebê, apresente para ele os livros infantis e conversem muito. Deixe que o bebê toque o livro, vire suas páginas e explore as ilustrações. E leia sempre que possível: seja durante o banho ou mesmo antes de dormir. O importante é estabelecer uma rotina de leitura!

Para tornar este momento ainda mais interessante, lembre-se de fazer diferentes entonações e expressões faciais, gesticule bastante e divirtam-se! Assim, você amplia o vocabulário do bebê e incentiva a sua comunicação desde cedo.

Quer receber livros incríveis e incentivar a leitura em casa desde a primeira infância? Então, faça parte do Clube Leiturinha!

Leia mais:

Categorias:
0 - 3 anos | Bebê
Escrito por Flávia Puccini
Fonoaudióloga, mestre em Processos e Distúrbios da Comunicação e especialista em Motricidade Orofacial. É consultora de amamentação e laserterapeuta. *Flávia é especialista em fonoaudiologia e foi convidada pelo Blog Leiturinha para compartilhar sua opinião com as nossas famílias leitoras.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Amamentação em livre demanda: o que isso realmente significa?

Amamentação em livre demanda: o que isso realmente significa?

Anos atrás, lá na época em que nascemos, as mães já costumavam sair do hospital com uma receita pronta: amamente seu bebê de 3 em 3 horas e reveze os peitos. Dez minutos em cada, diziam, senão o bebê pode não adquirir os nutrientes necessários e seu leite vai...

Como funciona o yoga baby?

Como funciona o yoga baby?

Você sabia que o dia 21 de junho é o Dia Internacional do Yoga? Essa prática, que trabalha o corpo e a mente, proporciona diversos benefícios para a saúde, desde o alívio de dores ao controle do estresse e da ansiedade, por exemplo. Além disso, o yoga pode ser...

Amamentação em livre demanda: o que isso realmente significa?

Amamentação em livre demanda: o que isso realmente significa?

Anos atrás, lá na época em que nascemos, as mães já costumavam sair do hospital com uma receita pronta: amamente seu bebê de 3 em 3 horas e reveze os peitos. Dez minutos em cada, diziam, senão o bebê pode não adquirir os nutrientes necessários e seu leite vai...

Como funciona o yoga baby?

Como funciona o yoga baby?

Você sabia que o dia 21 de junho é o Dia Internacional do Yoga? Essa prática, que trabalha o corpo e a mente, proporciona diversos benefícios para a saúde, desde o alívio de dores ao controle do estresse e da ansiedade, por exemplo. Além disso, o yoga pode ser...

Dança com bebê: fortalecendo o vínculo por meio da música

Dança com bebê: fortalecendo o vínculo por meio da música

Interagir com os bebês desde a gestação é fundamental para um desenvolvimento saudável e também para o fortalecimento do vínculo entre adultos e crianças. E quando falamos em interação, vale ler, cantar, ouvir música, conversar e, sobretudo, dançar com os pequeninos e...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-book gratuito! Vamos falar de conscientização ambiental com as crianças?

Descubra a importância do tema e o papel da literatura nessa jornada!

Boa leitura!