Como lidar com os impactos emocionais em tempos de quarentena?

por | mar 24, 2020 | 0 Comentários

Vivemos hoje um cenário com uma dimensão inédita de calamidade pública e com exigências emocionais consideráveis. As tensões geradas por um estado de constante alerta promove impactos emocionais negativos no nosso bem-estar e saúde mental. 

O tal distanciamento social…

Nesse contexto, com o distanciamento social, somos compelidos a nos reinventarmos diariamente. Ao mesmo tempo em que elaboramos os lutos recentes. Uma vez que perdemos a rotina estabelecida, os planos, o convívio social, a mobilidade física, renda, abraços e encontros que nunca aconteceram. Perdemos muito. 

Somos obrigados a ficar isolados

Em paralelo, nos encontramos reclusos. Convivendo com um número reduzido de pessoas, em sua maioria, familiares. Assim, vinte e quatro horas por dia, em estado de ânimo alterado, temos que lidar com a experiência de estarmos o tempo todo em nossas casas. Vivemos então, a estranheza desse convívio diário, que antes não era comum 

Sem dúvidas, a humanidade se encontra em um sofrimento existencial. Isso pode acentuar adoecimentos psíquicos e emocionais. Frente a essa realidade que a nós se apresenta, o momento pede cautela e recolhimento. Além de ser um convite para movimentos internos, ao invés de somente vibrarmos em movimentos externos. 

Como proteger nossa saúde emocional neste período? 

1° Entender que é uma fase.

Não sabemos ao certo quanto tempo irá durar. Mas, com certeza, irá passar.; 

2° O mundo todo está assim.

É necessário ter consciência de que todos estão vivendo a mesma realidade e se adaptando a ela; 

3° Filtrar as notícias.

Devemos selecionar as informações e, não raro, distanciar-se de algumas notícias.

4° Criar uma rotina.

Procurar manter uma rotina é essencial, mesmo dentro de casa.

5° Aproveitar a companhia dos entes queridos.

Abra novas possibilidades para o momento. Estar mais próximo da família, pronunciar e ouvir seus entes e amigos, compartilhar as angústias e acolher aquelas que chegam até você. 

6° Se desenvolva.

Procure deslocar e transformar sua energia sobrecarregada em potência: ler, estudar, ajudar o próximo.

7° É preciso reflexão.

Reservar um momento de privacidade, para entrar em contato e reconhecer os seus sentimentos, chorar se preciso for. Porque somos humanos e humanos transbordam. 

8° Dê carinho.

É preciso abraçar quem está com você, dar e receber calor. 

9° Respirar, respirar, respirar. 

O momento é de presença implicada, vivemos o presente em sua integridade e completude. É tempo de olharmos à nossa volta, notarmos o despercebido, o invisível, o sutil. Depois dessa experiência, é bem provável que não sejamos os mesmos. 

Contudo, se os dias estiverem pesados demais, cabe procurar alguém de confiança e/ou auxílio especializado on-line. Afinal, em tempos de mobilização social, a empatia transcende. Há muitas pessoas e profissionais promovendo o bem. 

Leia mais:

Escrito por Juliana Di Lorenzo
Mãe da pequena Olívia e Psicóloga. Após vivenciar as transformações e vicissitudes da maternidade, escolheu por dedicar seus estudos e práticas à psicologia Perinatal e Parental. Atua no atendimento clínico e grupos terapêuticos, pois acredita nas possibilidades da fala e escuta compartilhada. * Juliana é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Relacionados
Como saber se seu filho tem medo além do normal?

Como saber se seu filho tem medo além do normal?

O medo faz parte da natureza humana e é importante para o desenvolvimento emocional, especialmente das crianças. Afinal, é o medo que nos ajuda a avaliar os perigos e possíveis ameaças a nossa saúde, por exemplo. No entanto, é preciso cuidado com o excesso de medo,...

20 filmes infantis para assistir em família

20 filmes infantis para assistir em família

Quer se divertir com as crianças? As brincadeiras, os jogos de tabuleiro e a própria literatura infantil costumam ser ótimas opções de passatempo! Mas, e os filmes? Para agradar os cinéfilos e os amantes da sétima arte, preparamos uma lista especial com 20 filmes...

Como saber se seu filho tem medo além do normal?

Como saber se seu filho tem medo além do normal?

O medo faz parte da natureza humana e é importante para o desenvolvimento emocional, especialmente das crianças. Afinal, é o medo que nos ajuda a avaliar os perigos e possíveis ameaças a nossa saúde, por exemplo. No entanto, é preciso cuidado com o excesso de medo,...

20 filmes infantis para assistir em família

20 filmes infantis para assistir em família

Quer se divertir com as crianças? As brincadeiras, os jogos de tabuleiro e a própria literatura infantil costumam ser ótimas opções de passatempo! Mas, e os filmes? Para agradar os cinéfilos e os amantes da sétima arte, preparamos uma lista especial com 20 filmes...

Aprenda a fazer massinha de modelar em casa

Aprenda a fazer massinha de modelar em casa

Cores e formas são muito atraentes para os pequenos e pequenas. Por isso, algo que parece tão simples, como uma massinha de modelar, pode gerar bastante interesse para as crianças e estimular o aprendizado! Afinal, essa brincadeira sensorial incentiva o...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *