Prêmio Reclame Aqui

Leiturinha marca presença na 56ª Feira do Livro Infantil de Bolonha

por | abr 8, 2019 | 0 Comentários

Encontros, reuniões, correria, massas, vinhos, trocas, diversas editoras, diferentes idiomas e muita literatura. Este é o resumo dos quatro dias frenéticos e pulsantes da 56ª Bologna Children’s Book Fair, a Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, que este ano aconteceu entre os dias 1 a 4 de abril. Representada por Cynthia Spaggiari, coordenadora da Equipe de Curadoria, a Leiturinha esteve por lá garimpando e descobrindo tudo o que há de melhor e mais novo no mercado literário infantil e juvenil!  

Bologna Children’s Book Fair: a literatura infantil ao redor do mundo

Capital e maior cidade da região da Emília-Romanha, Bolonha é uma comuna italiana que atrai turistas pela sua beleza, sua culinária e sua cultura. Foi ali que surgiu também a primeira universidade europeia. A Universidade de Bolonha, fundada em 1088, é considerada a universidade mais antiga de toda Europa, com 931 anos de idade. Portanto, não é à toa que há mais de 50 anos, a cidade realiza um dos mais importantes eventos dedicados à publicação de conteúdo para crianças e jovens. Com mais de 26 mil visitantes por ano, a Feira do Livro Infantil de Bolonha é referência para editoras, autores, ilustradores, agentes literários, distribuidores, educadores, tradutores e todos que trabalham com literatura no mundo inteiro, sendo um lugar de encontro, trocas de direitos autorais, experiências e oportunidades.

Fique por dentro do que rolou na 56ª edição da Feira do Livro Infantil de Bolonha

Neste ano, o evento homenageou a Suíça, que levou exposições e eventos à Feira, que em sua 56ª edição, recebeu 1.442 expositores do mundo inteiro. Outra convidada especial foi a Editora Jujuba, grande parceira da Leiturinha, que este ano foi convidada pelo Embaixada da Itália para representar o Brasil no evento. “Bolonha é um grande espaço de diálogo, onde é possível ver o que está se pensando em literatura para crianças no mundo todo. Nesse sentido, a gente consegue olhar para nossa produção com um olhar expandido, enxergando nossas qualidades e os desafios que a gente tem pela frente. A Jujuba já esteve outros anos na feira, mas este ano foi como convidada da Embaixada da Itália para representar o Brasil, numa comitiva de 11 países. O objetivo dessa participação, diferente de outros anos, não foi o de conhecer a produção internacional, mas sim mostrar como pensamos a literatura para primeira infância”, conta Daniela Padilha, da Editora Jujuba.

Também encontramos por lá Fernanda Dantas, diretora do Brazilian Publishers, projeto da Câmara Brasileira do Livro em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil), responsável por iniciativas que envolvam a internacionalização do mercado e produtos editoriais brasileiros, e por levar 18 editoras brasileiras à feira deste ano. “Como o Brasil é um país muito grande, o evento é uma oportunidade para encontros, reuniões e fortalecimento do mercado editorial brasileiro”, afirmou.

Leiturinha volta ao Brasil com a mala cheia de ideias, novidades, novos projetos e muitos livros!

Presente pela 3ª vez na Feira do Livro Infantil de Bolonha, a Leiturinha volta da Itália inspirada a continuar entregando o que há de melhor no mercado da literatura infantil para seus pequenos leitores. Estar inserida em reuniões e trocas com editoras, autores e ilustradores do mundo inteiro é fundamental para pautar uma seleção de cada vez mais qualidade e assertividade. Além de ser uma oportunidade de ficar por dentro de todas as tendências mundiais, de fazer novas parcerias e conhecer mais do trabalho realizado para o público infantil, não só no Brasil mas em diversas partes do mundo.

Para Cynthia, coordenadora da Curadoria e representante do Clube no evento: “É muito emocionante ver o que a Leiturinha representa hoje para o mercado editorial, não só brasileiro mas do mundo inteiro. Ver diversos livros que já enviamos para nossos pequenos assinantes em várias outras línguas e ver autores como Canizales, já enviado três vezes pelo Clube, sendo premiado aqui na Feira mostra que estamos no caminho certo e nos inspira a continuar fazendo um trabalho cada vez melhor para espalhar o amor pela leitura entre os pequenos e suas famílias!”.

Foto de capa: divulgação

Leia também:

Escrito por Ana Clara Oliveira
Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Já parou para pensar que tomar banho é uma das atividades que mais repetimos ao longo da vida? Imagina só quantos minutos você já passou debaixo de um chuveiro. Essa atividade é tão relevante para o ser humano e para a vida em sociedade que não é de surpreender que o...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Já parou para pensar que tomar banho é uma das atividades que mais repetimos ao longo da vida? Imagina só quantos minutos você já passou debaixo de um chuveiro. Essa atividade é tão relevante para o ser humano e para a vida em sociedade que não é de surpreender que o...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *